15 de junho de 2021
Campo Grande 28º 15º

Carnaval: saiba como se proteger da doença do beijo

A- A+

A mononucleose infecciosa, conhecida também como doença do beijo, é uma infecção causada pelo vírus Epstein-Barr(EBV)e transmitida pela saliva. Ela ganhou esse nome popular por apresentar uma incidência maior em adolescentes e jovens adultos entre 15 e 25 anos que estão mais acostumados a “ficar” com diversas pessoas e,por isso, em épocas como o carnaval, seu risco de contágio aumenta muito. 

Mas então, como é possível pular carnaval tranquilo e ficar longe desse perigo? Karem Ortega, professora de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da USP, é bem direta e incisiva. “Diminuir a quantidade de parceiros pode diminuir as chances de contrair o vírus”, diz.

Porém, embora o beijo seja a forma mais comum de se contrair o vírus, não é oúnica meio de contágio. “O ideal seria evitar qualquer tipo de contato direto com a saliva de outras pessoas. Por isso, evite compartilhartalheres ou copos de outras pessoas, por exemplo”, diz a especialista. Portanto, aí está outra boa dica para se proteger nesse carnaval; evite beber no mesmo copo de seus amigos ou parceiros.

O poder de contágio da mononucleose é tão grande que até gotículas de saliva lançadas durante uma conversa ou em uma tossida podem causar a transmissão da doença.