22 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 23º

SAÚDE | CORONAVÍRUS

Constante aumento de mortes: secretário reforça a necessidade do isolamento social

Nesta quinta-feira, dia 18 de março, mais 31 pessoas perderam a vida por conta da Covid-19

A- A+
O isolamento social, aliado as medidas de higiene, ainda são as maiores armas e mais eficazes contra a disseminação do coronavírus. O secretário de Saúde Geraldo Resende vem reforçando constantemente o apelo para que a população siga as medidas mais restritas impostas pelo Governo do Estado. Segundo ele essas medidas são fundamentais para a redução do número de novos casos e também de mortes.

Nesta quinta-feira, dia 18 de março, mais 31 pessoas perderam a vida por conta da Covid-19. Se somados desde o início da pandemia, já contabilizamos 3.740 mortes. Dos 31 óbitos registrados, oito são da Capital. Cinco são de Dourados. Três de Três Lagoas. Dois de Naviraí. Amambai, Caarapó, Brasilândia, Rio Brilhante, Anastácio, Bandeirantes, Inocência, Coronel Sapucaia, Bonito, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste, Terenos e Sidrolândia registraram um óbito cada.

Os números constam no boletim que ainda traz um total de 198.795 pessoas infectadas em todo o Mato Grosso do sul. Os casos novos são 1.254, outros 1.692 ainda estão em análise no Lacen, e 8.070 aguardam encerramento nos municípios.

Hoje 11.618 infectados estão em tratamento, porém em isolamento domiciliar. Precisaram de internação 956 pessoas. 523 ocupam leitos clínicos e outros 433, que são casos mais graves, já ocupam leitos de UTI.

Os altos índices de ocupação de leitos se mantem. Na macrorregião de Campo Grande 107% dos leitos destinados ao tratamento da Covid-19 estão ocupados. Na macrorregião de Dourados 98%. Macrorregião de Corumbá 100% de ocupação e na macrorregião de Três Lagoas 93%. 

Fonte: Governo MS