25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

NÚMERO MS

Com quase 90 infectados em 24h, morre 18ª pessoa por Covid-19 em MS

MS estaciona nas últimas posições no distanciamento social e Campo Grande ocupa penúltimo lugar no ranking das Capitais

Com mais 86 exames positivos para coronavírus (Covid-19) nas ultimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 1.186. Foi registrado um óbito de moradora de Três Lagoas que estava internada em São Paulo, passando para 18 mortes por Covid-19.  As informações foram apresentadas nesta 4ªfeira (27.maio) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

Dos 1.186 casos confirmados, 705 estão em isolamento domiciliar, 404 estão sem sintomas e já estão recuperados. 60 estão internados, sendo 23 em hospitais públicos e 37 em hospitais privados. Um paciente internado é procedente de fora do Estado. Foram registrados 18 óbitos.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) faz lives diárias onde reporta a situação atualizada do estado no enfrentamento ao vírus. Veja abaixo a live desta 4ªfeira (27.maio):

A SES também publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

VEJA AQUI O BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DE HOJE 

TEIMOSIA 

O distanciamento social faz parte do tripé indispensável para frear a velocidade do contágio pelo novo coronavírus: uso de máscaras, isolamento social e higiene redobrada. Por hora, esse é o único remédio capaz de evitar que muitas pessoas fiquem doentes ao mesmo tempo e amenizar os impactos causados pela Covid-19 no sistema de saúde.

Por um tempo, apenas as medidas adotadas pela administração estadual, foram suficientes para manter a doença sob controle no Estado, mas as últimas semanas tem sido o retrato da falta de distanciamento social, com aumento significativo de novos casos confirmados da doença em diversos municípios do Estado. 

As taxas de isolamento social mapeadas pela In Loco nesta terça-feira (26.5) deixam o Estado no terceiro pior lugar do ranking das unidades da federação com índice de 37,7%. A novidade do monitoramento é o ranking das Capitais brasileiras. Com taxa de 36,9% para este dia, Campo Grande ficou em penúltimo lugar.

A menor adesão ao recolhimento e maior movimentação mapeada na Capital foi nas regiões do Seminário (19%), Pênfigo (22%), Noroeste (24%), Nova Lima (26,1%) e Tiradentes (26,3%).

Poucas pessoas estão cumprindo as regras de quarentena nos municípios do interior do Estado, e as taxas de isolamento mapeadas nesta terça-feira, variam entre 26,7% (Novo Horizonte do Sul) e 54,9% (Jateí). Confira AQUI O RANKING das cidades sul-mato-grossenses.