13 de agosto de 2020
Campo Grande 34º 21º

"QUEBRA TUDO"

Denunciada por vereador, Águas Guariroba volta a abrir "valas" pelas ruas e quebrar calçadas

Moradores voltam a reclamar atuação de concessionária acusada de quebrar ruas e deixar abertos buracos no pavimento por até 15 dias

Denúncias enviadas ao MS Notícias, apontam a insatisfação da população para ações da Águas Guariroba, que segundo leitores tem quebrado os asfaltos, deixado durante dias buracos abertos e quando retornam para tapar os buracos, utilizam materiais de péssima qualidade, e de acordo com fontes, a fragilidade desse material resulta em buracos e desníveis prematuros em asfaltos já recapeados pela Prefeitura de Campo Grande. 

Conforme post patrocinado, divulgado pela empresa, no dia 24 do mês passado, Estudo do Instituto Trata Brasil, organização que defende os avanços do saneamento básico e a proteção dos recursos hídricos do País, identificou que, entre todas as capitais brasileiras, Campo Grande é a que registra o menor índice de perdas de água: somente 19,4%. Apesar disso, a Águas é uma das líderes de reclamações junto a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS).

Após alertas sobre as ‘valas’ abertas pela empresa nas ruas de Campo Grande, que podem vir a causar prejuízos materiais aos usuários e até mesmo acidentes. O MS Notícias foi às ruas e acompanhou a abertura de ao menos dois desses buracos, isso na sexta-feira (19), as interferências permaneceram abertas todo o final da semana, até hoje (25), Antônio Morais Ribeiro, 900. “Os dois buracos perto do posto de saúde ainda estão lá”, disse o leitor. 

Em 2018 o vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal à época, falou sobre os buracos feitos pela Águas, durante sessão ordinária. “Esses remendos estão deteriorando todo o asfalto, principalmente nos bairros com asfalto novo, resultando em buracos ou desníveis mais altos. Um serviço pessimamente executado e que traz prejuízos a população e ao erário público”, pontou o vereador. 

Carlão informou também que estaria preparando um documento para que a concessionária responsável pelos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto, tomasse as devidas providencias.

 “Ou arruma, recupera, refaz o serviço, ou então vamos entrar com uma ação civil púbica cobrando indenização dos milhões gastos com o conserto das ruas. A cidade está virando um queijo suíço pelo serviço mal feito. São estragos incalculáveis!”, alertou naquele ano. 

Nada aconteceu, e no dia 15 de outubro de 2019, quase um ano depois, Carlão voltou a cobrar o diretor presidente da Águas Guariroba, Themis Oliveira, que voltem a reparar o asfalto onde a empresa realizou cortes para ligação de água e esgoto. Carlão destacou que na gestão anterior da concessionária, os reparos estavam sendo realizados com frequência, mas que desde que Themis assumiu os reparos pararam de ser realizados e até os cortes abertos demoram até 15 dias para serem fechados.

Segundo a comerciante Francellis Moraleco, o prejuízo de um buraco aberto em uma calçada nova, que ela havia acabado de fazer ficou ao seu bolso. “O pessoal da águas fazem fiscalização no hidrômetro de casas, mexeram no lá de casa, tinha acabado de construir a calçada, eles vieram, destruíram e largaram tudo aberto, e aí com as minhas condições tive que tampar. Acho errado isso, por que não estava aberta, então deveriam devolver como encontrar né”, disse a moradora da Rua Alfredo Fernandes, no Bairro Libanês na Capital.

O diretor-presidente da Agência Municipal dos Serviços Públicos (Agereg), Vinícius Leite Campos, diz que o órgão responsável por regular e fiscalizar os contratos de concessões, objetivando o seu rigoroso cumprimento, de forma que as concessionárias prestem os serviços com melhor qualidade, tem poucas reclamações diretas feitas contra ação da Águas Guariroba. “Para eles fazerem qualquer perfuração, eles pedem autorização à Secretaria de Obras, autorizados eles fazem as perfurações, geralmente é em razão de vazamentos. A determinação da agência é que se faça a correção após o concerto da tubulação imediatamente”, explicou o siretor-presidnete da Agereg. 

Para enviar dúvidas, críticas ou sugestões com relação aos assuntos de responsabilidade. 

Vinícius explicou que talvez pela população desconhecer o canal de para que sejam realizadas as denúncias, não são registradas muitas reclamações na Agereg. “Recebemos ‘uma ou outra’ [denúncias], aqui na agência, mas por desconhecimento da população de que pode reclamar, mas sempre que recebemos denúncias, ligamos para eles [Águas], e eles imediatamente concertam”, explicou, disponibilizando um banner com contatos, meio por onde os campo-grandenses podem acionar a agência caso tenham denúncias de intervenções abertas pela concessionária de água e esgoto nos pavimentos. 

Procurada a assessoria das Águas solicitou algumas informações sobre esta reportagem, mas não respondeu às perguntas sobre as denúncias. No entanto, um dos locais repassados pelo MS Notícias, tiveram os buracos tapados. Sobre a calçada quebrada e abandonada a Águas não enviou resposta até a publicação da reportagem.  

 

 

Exemplo
Com Novo Marco Legal MS terá avanço rápido no saneamento
SANESUL
há 8 horas

Com Novo Marco Legal MS terá avanço rápido no saneamento

Conselho Regional de Psicologia prorroga inscrições à Concurso Público em MS
OPORTUNIDADE
há 8 horas

Conselho Regional de Psicologia prorroga inscrições à Concurso Público em MS

Ciclista é atropelado quando voltava de frigorífico
ACIDENTE
há 8 horas

Ciclista é atropelado quando voltava de frigorífico

Eleitor terá que se esforçar este ano
ELEIÇÕES 2020
há 8 horas

Eleitor terá que se esforçar este ano

Remoção de biofilme em tubulações é essencial para saúde das aves
ARTIGO
há 8 horas

Remoção de biofilme em tubulações é essencial para saúde das aves

Delegado vítima de racismo divulga carta e não aceita 'só' pedido de desculpas
RACISMO
há 8 horas

Delegado vítima de racismo divulga carta e não aceita 'só' pedido de desculpas