19 de setembro de 2020
Campo Grande 32º 21º

FLORDELIS

Deputada suspeita de mandar matar pastor fez ensaio romântico 3 dias antes do crime

"Nunca vi nada que me provasse que eles não se amavam", disse o responsável pela sessão de fotos

Leia também

• Flordelis promovia ritual de purificação com sexo, diz testemunha

• Flordelis convoca fiéis para culto após acusações: “tudo vai ser esclarecido”

• Filho diz que Flordelis fazia sexo com ele e 'oferecia' as filhas para estrangeiros

A deputada federal Flordelis (PSD), acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, fez um ensaio fotográfico romântico com ele três dias antes do crime. As informações são do jornal Extra.

O produtor e editor de moda Marco Antônio Ferraz foi o responsável pela sessão de fotos para as redes sociais do casal. Ele afirmou que não se conforma com os desdobramentos da investigação que acusa a deputada de ser a mandante do crime.

“Nunca vi nada que me provasse que eles não se amavam. Convivi com a família. Sei o nome de cada um dos 55 filhos. Tudo isso é muito chocante, mas eu acredito nas investigações”, afirmou.

Ferraz encontrou com o casal para o ensaio fotográfico três dias antes do assassinato e registrou momentos em que Flordelis e pastor Anderson se abraçaram e posaram juntos em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no centro da cidade.

Ferraz encontrou com o casal para o ensaio fotográfico três dias antes do assassinato e registrou momentos em que Flordelis e pastor Anderson se abraçaram e posaram juntos em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no centro da cidade.