23 de outubro de 2020
Campo Grande 33º 22º

SAÚDE

Dia Nacional da Vacinação: importância das vacinas em período de pandemia da Covid-19 e Fake News

Vacinas são importantes para fortalecer a imunidade do organismo e combater doenças

Cuidar da nossa imunidade é de extrema importância e, o Dia Nacional da Vacinação, celebrado neste sábado (17), reforça este cuidado necessário em nossas vidas.  

Sem contar que nesta data, criada pelo Ministério da Saúde para ressaltar a importância da vacina no controle de doenças e na prevenção de epidemias, há dois pontos importantes que devem ser frisados:  

  1. Por conta da pandemia pela Covid-19 é necessário redobrar a atenção na vacinação; 
  2. Atentar-se às Fake News a respeito do assunto.  

A imunologista, e cooperada da Unimed Campo Grande, Dra. Maria das Graças de Melo Teixeira Spengler, conta que as vacinas são poderosas ferramentas para controlar e eliminar doenças infecciosas que ameaçam a vida. 

A médica explica que em tempos de pandemia pelo novo coronavírus, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomenda, e alerta, a importância de manter em dia a vacinação de rotina. “A descontinuidade com o calendário vacinal pode aumentar o número de indivíduos suscetíveis a doença, e a probabilidade de surtos por doenças evitáveis por vacinas. Isso acarretaria uma sobrecarga ainda maior ao sistema de saúde”, relata. 

Dra. Maria ainda diz que para um sistema imunológico saudável deve-se manter também uma rotina de hábitos saudáveis, que implica em: “alimentação rica em todos os nutrientes e micronutrientes, rotina de exercícios adaptados ao isolamento social, evitar o tabagismo e o consumo de álcool, música, arteterapia, entre outros”. 

A imunologista também explica que “as vacinas estimulam a produção de nossas defesas, por meio de anticorpos específicos. Assim, elas ensinam o nosso organismo a se defender de forma eficaz, e quando o “ataque” de verdade acontece, a defesa é reativada por meio da memória do sistema imunológico. É isso que vai fazer com que a ação “inimiga” seja muito limitada ou, como acontece na maioria das vezes, totalmente eliminada, antes que a doença se instale”. 

Fato X Fake 

Há falsas informações que circulam a respeito da vacinação, portanto, é muito importante esclarecer todas as dúvidas com fontes oficiais, como o por exemplo, o Ministério da Saúde. 

Alguns mitos e verdades sobre o assunto: 

- Vacinas causam autismo: Mito. 

O Ministério da Saúde indica que a relação entre as duas coisas está descartada.  

- Preciso me vacinar contra doenças erradicadas: Verdade. 

Mesmo com as doenças quase extintas, os agentes infecciosos podem circular e infectar pessoas não imunizadas.  

- Higiene e saneamento bastam para prevenir doenças: Mito. 

Higiene e saneamento são fundamentais para se proteger, mas só vacinas podem prevenir efetivamente. 

- As vacinas têm vários efeitos colaterais prejudiciais e de longo prazo que ainda são desconhecidos. A vacina pode até ser fatal: Mito.  

As vacinas são muito seguras. A maioria das reações são geralmente pequenas e temporárias, como um braço dolorido ou uma febre ligeira. É muito mais provável que uma pessoa adoeça gravemente por uma enfermidade evitável pela vacina do que pela própria vacina.  

Calendário Vacinal 

É essencial para saúde seguir o calendário de vacinas corretamente, por isso o  Ministério da Saúde divulga o calendário vacinal completo, é só clicar aqui. No link estão listadas todas as vacinas necessárias, além das doses exatas e períodos que devemos nos imunizar.