22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Em protesto, servidores do TJMS fazem segundo intervalo sincronizado

A- A+

O segundo intervalo sincronizado dos servidores do Poder Judiciário aconteceu na tarde de hoje, em Campo Grande. O protesto pela falta de valorização por parte do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, foi realizado entre às 15h e 15h15 desta quarta. O TJMS (Tribunal de Justiça) está tendo um dos piores salários comparado aos demais tribunais de justiça do País.

O Sindijus-MS (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul) está em negociação salarial com a presidência do Tribunal de Justiça e reivindica melhores condições de trabalho para os servidores que prestam serviço de eficiência e celeridade, fazendo do TJMS ser elogiado nacionalmente, inclusive recentemente recebeu o selo diamante de qualidade de serviço concedido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A ideia da manifestação é “De mãos dadas, servidores mostram união no Poder Judiciário”. Sendo uma forma de tentar sensibilizar e conscientizar os demais servidores, população e operadores do direito sobre a unidade dos trabalhadores do judiciário diante da falta de valorização salarial por parte da presidência do TJMS (Tribunal de Justiça).

As manifestações irão continuar até o Tribunal de Justiça responder a Pauta de Reivindicações dos servidores, sendo intensificados os movimentos gradualmente. Caso os pleitos não sejam atendidos, os trabalhadores podem entrar em greve e parar os serviços do Judiciário por tempo indeterminado.

No Fórum de Campo Grande, a mobilização se concentrou na entrada do prédio pela Rua da Paz. Na sede do Tribunal e demais Fóruns do interior, a manifestação ocorreu na frente da entrada principal.