05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Dengue

Em uma semana, Capital confirma 497 novos casos de dengue

No Estado, já são 64 municípios com alta incidência da doença

Campo Grande confirmou 497 novos casos de dengue em apenas uma semana. Conforme o boletim epidemiológico da Secretaria do Estado de Saúde (SES), divulgado nesta quinta-feira, na Capital, foram contabilizados, desde o início do ano, 7.303 casos de dengue, sendo 483 comprovados por critério laboratorial e 6.820 por sintomas. O número de óbitos permance estável.

Na semana anterior, os casos confirmados eram de 6.806, sendo 460 por critério laboratorial e 6.346 por critério clínico-epidemiológico. A segunda cidade com mais confirmações da doença é o município de Três Lagoas, distante 339 quilômetros da Capital. Foram 1.749 casos registrados até esta quarta-feira.

No Estado, já são 64 municípios com alta incidência da doença. Até semana passada, eram 61 municípios. O campeão de notificações é a Capital (9.726), seguido de Três Lagoas (3.511) e Dourados (1.625).  Estão com baixa incidência da doença apenas Japorã, Aquidauana, Juti e Paranhos. Média incidência nos municípios de Cassilândia, Anastácio, Sete Quedas, Porto Murtinho, Jardim, Inocência, Guia Lopes da Laguna, Bonito, Nova Andradina, Bela Vista e Paraíso das Águas.

ÓBITOS

O número de óbitos por dengue permaneceu estável em relação ao boletim divulgado na semana passada. São 14 mortes pela doença neste ano. Foram confirmadas mortes de dois pacientes da Capital, sendo uma criança de sete anos, do sexo feminino, e uma mulher de 93 anos, que tinha como comorbidade diabetes. Os dois óbitos ocorreram no dia 10 de abril e somam-se a outros quatro confirmadas anteriormente, sendo quatro homens, de 72, 78, 5 a 1 ano.

O outro caso ocorreu em Dourados, no dia 4 deste mês, sendo a vítima uma idosa de 87 anos, que era renal crônica e tinha hipertensão arterial e diabetes. O Município já tinha confirmada outras duas vítimas, sendo um menino de 11 anos e uma mulher, de 58.

Além desses dois municípios, também registraram mortes as cidades Três Lagoas, com três mortes (dois idosos e um adulto) e Maracaju e Ponta Porã, com um óbito em cada local