14 de maio de 2021
Campo Grande 26º 17º

Investimentos

Empresários da Capital retomam investimentos para vendas de final de ano

Índice mensurado pela CNC aponta que índice é maior desde maio

A- A+

O levantamento mensal realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgado nesta quarta-feira (28), aponta que a confiança dos empresários campo-grandenses aumentou quatro pontos percentuais (4%), se comparado a novembro do ano passado. 

Em relação a outubro, o índice de investimento das empresas cresceu 4% e indicativo de contratações de funcionários 4,6%. Falaram em aumentar os quadros em 69,4%, o que reflete o movimento de fim de ano.

“Embora a visão do empresário sobre as condições atuais do comércio tenha apresentado piora, eles acompanham as projeções  de redução da inflação. Além disso, a CNC revisou de +4,3% para +4,5% sua estimativa de crescimento do setor este ano e estão mais confiantes de que haverá melhorias. Por isso, os níveis de investimento aumentaram”, explica o presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Edison Araújo.

CENÁRIO NACIONAL

No cenário nacional, o crecimento foi de 1,4%, porém, registrou o maior patamar mensal, desde novembro de 2014. O crescimento foi puxado principalmente pela confiança maior do empresário em relação ao futuro. A percepção do comércio cresceu 1,8%, puxada por expectativas em relação à economia (2,6%).

As intenções de investimento tiveram alta de 1,7%, com destaque para as contratações de funcionários (2,9%). As condições atuais tiveram alta de apenas 0,3%. O crescimento foi mais moderado devido à queda de 0,4% na confiança em relação à economia, que impediu uma alta maior.

Na comparação com novembro de 2017, a alta do Icec foi de apenas 0,4%. A confiança nas condições atuais teve queda de 2,2% e as expectativas caíram 0,3%. Já as intenções de investimento cresceram 3,6% neste tipo de comparação.