18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

MAIS SOCIAL | PROGRAMA

Equipes visitam casas de 70 mil famílias que ganharão R$ 200 por mês em MS

Novas famílias se tornarão novos beneficiárias do programa Mais Social; outros 30 mil usuários do antigo 'Vale Renda' serão incorporados

A- A+

O governo de Mato Grosso do Sul anunciou hoje (11. maio) que está enviando servidores para visitações em casas de famílias para seleção dos beneficiários do programa “Mais Social” que dará R$ 200 ao mês à 70 mil novas famílias. Ao todo, 100 mil famílias farão uso do programa sancionado em 4 de março pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Os servidores são da secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) e devem fazer análise dos beneficiários para averiguar se de fato precisam do benefício que será mensal. 

Interessados no programa temiam que ter solicitado 'Auxílio Emergencial’ federal pudesse implicar na seleção, mas os MS Notícias já mostrou em reportagem que não há impedimento pois o programa “Mais Social” não tem caráter emergencial e sim trata-se de um programa permanente de auxílio às pessoas carentes.

A reportagem também adiantou que o governo faria um cartão e que com ele os beneficiários do programa poderiam fazer compras, exceto de bebida alcóolica. As tratativas com o Banco do Brasil para a emissão dos cartões já estão acontecendo para que o pagamento dos benefícios comece o quanto antes, o que envolve a emissão dos cartões e a entrega ao beneficiário.

O programa “Mais Social” vai acolher também os beneficiários já cadastrados no “Vale Renda”, que será incorporado. Quem se adiantar e migrar para o mais social já receberá o benefício de R$ 200 ainda em maio. O “Vale Renda” pagava a quantia de R$ 180 e tem cerca de 30 mil famílias.  

A primeira parcela aos novos beneficiários será paga até julho.