15 de maio de 2021
Campo Grande 28º 19º

Trânsito

Após invadir contramão, colidir e fugir, homem deixa família sem carro de trabalho

O veiculo deu perda total e família esta sem poder trabalhar

Após invadir a pista na contramão e colidir de frente com o carro de Valmir Alves de Queiroz, (50 anos), na noite de 18 de novembro, na Avenida Tamandaré na Capital, o proprietário do veículo preto modelo Hyundai HB20, com placas OOH - 0365, identificado como sendo Thomas Ralf Baraldi Benites, fugiu e além de muitos ferimentos e gastos com medicamentos deixou a família de Valmir sem seu carro de trabalho.

A Saveiro cinza que era conduzida por Valmir e que levava no passageiro sua esposa Marivone Alves Pereira (51 anos), ficou completamente destruída após o HB20 conduzido por Thomas Ralf, invadir a pista na contramão e colidir de frente.


Condutor pegou coisas no carro antes de fugir. Foto: Reprodução.

Segundo testemunhas e fotos tiradas no momento da colisão, Thomas fugiu do local e não prestou socorro às vítimas.

Entramos em contato com Thomas, que disse não querer falar ao jornal, “Eu posso te passar o conato do meu advogado e você fala diretamente com ele”, alegando estar ocupado e que voltaria a falar mais tarde com o site.

Valmir contou ao site que testemunhas informaram após a colisão, que Thomas vinha a uma certa distância na pista contrária ‘fazendo ziguezague’, “O cara vinha em alta velocidade, tá tudo filmado, invadiu nossa pista, agora não sei o que vamos fazer para trabalhar, era nosso ganha pão”, explica.

O Boletim de Ocorrência mostra o trajeto feito pelos carros e a perícia técnica identifica o carro de Thomas como sendo o V2 (veículo 2) e o carro de Valmir como sendo o V1 (veículo 1). Veja:

Boletim de como ocorreu o acidente. Foto: Tero Queiroz 

Valmir e Marivone são autônomos, trabalham com consertos de geladeiras, sua refrigeração está parada e a família não tem de onde tirar a renda sem o veículo de trabalho, Marivone conta que chegaram a falar com Thomas, que novamente se desfez do telefonema alegando que iria ligar mais tarde, segundo Marivone o telefonema não aconteceu, “Não, não retornou e agora estamos aqui, temos filho, temos as nossas contas para pagar, o ‘dinheirinho’ que a gente tinha gastamos com remédios, pedimos ajuda as autoridades para punir o crime cometidos por ele”, protesta.

A Saveiro do casal ficou completamente destruída e eles ainda pagam as parcelas do carro ao Banco. Foto: Reprodução 

O medo do casal é de Thomas sair impune e ainda não terem como adquirir outro carro para trabalho, “Queremos que ele nos pague outro veículo, não tem como receber quatrocentos reais por mês como advogado dele queria, não conseguiremos outro carro com esse valor”, explica Valmir.

 

'Era uma brincadeira', diz namorado que matou Mariana atropelada
"BRINCADEIRA FATAL"
há 2 horas

'Era uma brincadeira', diz namorado que matou Mariana atropelada

Óbitos de pessoas na faixa de 30 a 39 anos aumentam mais de 100% em MS
PESQUISA
há 3 horas

Óbitos de pessoas na faixa de 30 a 39 anos aumentam mais de 100% em MS

Bêbado, Rafael atropela e mata namorada; foi preso chorando ao lado do corpo
FEMINICÍDIO | CAMPO GRANDE
há 5 horas

Bêbado, Rafael atropela e mata namorada; foi preso chorando ao lado do corpo

PRF apreende máquinas de cartão escondidas em veículo em Aparecida do Taboado (MS)
Polícia
há 7 horas

PRF apreende máquinas de cartão escondidas em veículo em Aparecida do Taboado (MS)

Semana foi marcada pelo reforço de 610 policiais civis e militares
Geral
há 12 horas

Semana foi marcada pelo reforço de 610 policiais civis e militares

Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado
Política
há 12 horas

Detran-MS continua mutirão de renovação de CNH com EAR neste sábado