28 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 22º

TVE

Fertel é parceira na abertura do sinal digital da TV Assembleia e TV Senado

A- A+

Por orientação do governador Reinadlo Azambuja, acordo de cooperação técnica permitira que Poder Legislativo e Senado usem estrutura da TVE Cultura para realizar transmissões pelo canal 34.1

Acordo de cooperação técnica entre a Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul) e a Assembleia Legislativa, formalizado por orientação do governador Reinaldo Azambuja, vai viabilizar a abertura do sinal digital da TV Assembleia e da TV Senado para a região de Campo Grande até o fim de 2018, gerando novas oportunidades de acompanhamento da classe política e de acesso a uma nova alternativa de programação. Nesta terça-feira (27), representantes do Legislativo estadual estiveram no Palácio das Comunicações, onde conheceram detalhes da estrutura que vai abrigar equipamentos da TV Assembleia, como o transmissor e a antena digital.

“Pelo acordo, costurado com aval e orientação do governador Reinaldo Azambuja, vamos ceder o espaço para a Assembleia instalar o transmissor que será usado pelos canais digitais da TV Assembleia e da TV Senado, disponibilizando sua programação para a população por meio do sinal aberto”, explicou Bosco Martins, diretor-presidente da Fertel, reforçando a cooperação reforça a parceria existente entre a fundação e o Legislativo estadual –que hoje já envolve a produção e intercâmbio para veiculação de programas entre da TVE Cultura e a TV Assembleia.

Lígia Sabka, gerente da TV Assembleia, explica que o sinal digital da emissora estará disponível na região de Campo Grande no canal 34.1. A transmissão se dará por meio da multiprogramação da TV Senado –que, ao lado da TV Câmara, é responsável por distribuir canais para os Legislativos dos Estados–, que cedeu o transmissor e a antena digital. A Assembleia fornecerá parte da estrutura elétrica para funcionamento dos equipamentos, enquanto a Fertel oferecerá a estrutura física.

“É uma parceria entre entes públicos e o acordo de cooperação já está assinado. Com essa etapa, agora providenciaremos a vinda do transmissor para a instalação o mais rapidamente possível”, destacou Lígia. A expectativa é de que a TV Senado e a TV Assembleia estejam disponíveis para a população em sinal aberto já no ano que vem.