28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

Sistema penitenciário

Ficha de Fabrício Queiroz está sem foto no sistema penitenciário

Conforme servidores do estado, todo preso que dá entrada no sistema prisional precisa passar por um procedimento de identificação

Contrariando as regras da Secretaria de Administração Penitenciária, a ficha do subtenente aposentado da Polícia Militar e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, que deu entrada no sistema penitenciário do Rio de Janeiro na última quinta-feira (18), não tem foto.

Conforme apurou o Extra, os servidores do estado informaram que a situação está fora dos padrões, pois todo preso que dá entrada no sistema prisional precisa passar por um procedimento de identificação na entrada, no qual é feita uma ficha com foto. Em seguida, o material fica armazenado no sistema interno.

O policial aposentado chegou ao Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, por volta das 15h25 de quinta-feira. Antes, ele chegou a ser levado para Benfica, mas depois foi encaminhado para Bangu.

Em 2017, foi descoberta uma situação semelhante com as fichas do ex-governador Sérgio Cabral e do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Jorge Picciani. Naquela época, a SEAP não justificou a medida e demorou um mês para colocar as imagens.