06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

Corumbá

Governo do Estado repassa recursos para a Saúde de Corumbá

A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul repassou R$ 303 mil para a Prefeitura de Corumbá para a manutenção da Santa Casa do município. O Governo do Estado também está investindo na ampliação do hospital, para melhorar o atendimento à população da região.

O secretário de Estado de Saúde, Gerald Resende, recebeu o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, e o secretário municipal de Saúde, Rogério dos Santos, para tratar dos repasses ao município. “O Governo continua dando atenção para Corumbá. Os repasses estão em dia e solicitamos ao secretário municipal de Saúde que envie os projetos para podermos dar os encaminhamentos”, completou Geraldo Resende.

O repasse de R$ 303 mil liberado no último dia 14 é referente ao valor mensal pelo Programa de Hospitais Filantrópicos (HFSUS), seguindo o acompanhamento dos termos de contratualização de serviços hospitalares de unidades sob gestão estadual. Em 2018, A Secretaria estadual de Saúde repassou R$ 5,2 milhões para Fundo Municipal de Saúde de Corumbá, para a manutenção de diversos serviços da Saúde do município e também da Santa Casa da cidade.

O Governo do Estado também já repassou R$ 1,9 milhão do convênio firmado com a prefeitura de Corumbá para a ampliação da Santa Casa de Corumbá. No total serão investidos R$ 12 milhões e a ampliação da Santa Casa de Corumbá representa a abertura de 30 novos leitos. O projeto inclui a construção de novo Pronto Socorro, do Centro Obstétrico, UTI neonatal e a reestruturação de todo o hospital. A ordem de serviço foi assinada no final de 2018.

O novo Pronto-Socorro da Santa Casa de Corumbá será totalmente equipado para atendimento de urgência e emergência, com salas de emergência e ambulatório, enfermaria, receptivo e triagem. Também será construída a nova unidade de leitos. O município tem uma grande demanda de pacientes da região de fronteira e não contava com uma estrutura complexa para oferecer qualidade de serviços à população mais carente.