28 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 22º

CORONAVÍRUS

Governo recebe e distribui décima remessa de vacinas contra a covid-19 em MS

Municípios já podem retirar as doses a partir das 19h30 até às 23h

A- A+

Começa nesta sexta-feira (26.mar) a distribuição da décima remessa com 46.7 mil doses de vacinas, 38.800 da Coronavac e 7.900 da Astrazeneca. As doses desvem chegar no início da noite de hoje no Aeroporto Internacional de Campo Grande enviadas pelo Ministério da Saúde.

Os municípios já podem retirar as doses a partir das 19h30 até às 23h. Para aqueles que não puderem, a retirada poderá ser feita amanhã, sábado (27.mar), das 6 às 12h. 

A medida atende aos municípios que solicitaram à SES a entrega antecipada para agilizar a campanha de imunização contra a Covid neste final de semana.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, 6.970 doses, das 7,9 mil doses da vacina Astrazeneca deverão ser utilizadas para a imunização do grupo dos idosos de 65 a 69 anos. "Já o quantitativo de 930 doses da vacina Astrazeneca serão utilizadas para finalizar o grupo de Povos e Comunidades Tradicionais Quilombolas".

A Resolução Ad Referendum Nº 54/CIB/SES publica no Diário Oficial Extra, informa que o quantitativo de 1.630 doses será destinado como primeira dose (D1), para a imunização dos trabalhadores de saúde. E 14.810 doses, como primeira dose (D1), em continuidade ao grupo dos idosos de 70 a 74 anos E mais 22.361 doses será empregado como primeira dose (D1), em continuidade ao grupo dos idosos de 65 a 69 anos.

A publicação ainda ressalta que os imunizantes remanescentes dos grupos acima deverão ser ministrados em idosos de 60 anos ou mais, desde que portadores de doenças imunossuprimidas, oncológicos com doença ativa em tratamento, transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos, pneumopatias crônicas graves, pacientes portadores de doenças cardiovasculares crônicas que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios e portadores de síndrome de down, a partir de 18 anos.

Os municípios deverão observar o aprazamento para ministrar a segunda dose (D2), conforme prévio agendamento, podendo haver modificação se necessário. Campo Grande e Dourados estão entre os municípios que mais receberam doses da Coronavac. A Capital também figura no quadro com mais doses recebidas de Astrazeneca.