20 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 19º

MORTO

Homem morto e queimado em praça pública tinha fugido do presídio de Corumbá

Milcíades Ramon Merlo Trinidad, é o homem que foi morto e queimado em praça pública no último final de semana na comunidade Las Petas, no município de San Matías, na Bolívia. O "paraguaio" como era conhecido , havia fugido do Estabelecimento Penal Masculino de Corumbá, em 2019.

Conforme o site Diário Corumbaense, a ex-companheira reconheceu ele por causa de duas tatuagens  que ele teria.

Milcíades foi acusado de ter matado quatro pessoas na Bolívia. A vítimas seriam peões de uma fazenda, para roubar maquinários e dinheiro. Os corpos foram achados enterrados em covas, por produtores que preparavam a terra para o plantio, próximo a uma propriedade em que o crime aconteceu.

Ele foi morto a tiros, teve o corpo levado, sem roupas, para uma praça pública, onde foi “exibido" e depois incendiado. Junto ao corpo, antes de ser queimado, conforme a Polícia Civil.

Milcíades Trinidad, deu entrada no EPC de Corumbá no dia 10 de agosto de 2018 e fugiu em 30 de agosto de 2019. Ele tinha 26 anos quando escapou e cumpria pena de 20 anos de cadeia pelo homicídio de Ladário.