15 de outubro de 2021
Campo Grande 29º 20º

Bolsonaro

Homem que atacou Bolsonaro passa por nova avaliação no MS

A- A+

Acusado por esfaquear o então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), no dia 6 de setembro de 2018, Adélio Bispo de Olievria, passa por nova avaliação psicológica nesta terça-feira (15). Ele está detido na Penitenciária Federal de Campo Grande, desde o dia 8 de setembro, por determinação Justiça Federal.

De acordo com o Midiamax, a medida visa garantir sua integridade física, já que corria o risco de ser morto dentro do sistema prisional comum. Bispo já passou por outra avaliação de sanidade mental, no dia 3 de dezembro, e o laudo entregue às autoridades 15 dias depois.

O novo exame, Teste de Rorschach, conhecido como ‘teste do borrão de tinta’, ocorre por determinação do juiz federal Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, que afirmou restarem aspectos a serem estudados pelos psiquiatras.

O segundo teste, conforme o Estadão, deve buscar traços da personalidade do agressor e esclarecer se sua ação foi motivada por discursos de Bolsonaro durante a campanha.

Duas psicólogas de São Paulo foram convocadas para avaliar Adélio.