05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

INFRAESTRUTURA

Marquinhos e bancada federal assinam contrato de obras para 2021

Ordens de serviço a ser assumida por um novo gestor, ou mesmo pelo próprio pessedista, caso seja reeleito

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), se reuniu na manhã desta 2ª-feira (6.julho) com a bancada federal, para assinatura de ordens de licitação de pavimentação e recapeamento na Capital.

Previstas para começar em 2021, a ser assumido por um novo gestor, ou mesmo pelo próprio pessedista, caso seja reeleito. O contrato com a Caixa Econômica Federal assinado hoje, contou com a presença do Superintendente da Caixa em Mato Grosso do Sul, Moacir do Espírito Santo, vereadores, deputados federais e também com a presença do senador Nelsinho Trad.

Estão previstas obras de drenagem e pavimentação orçadas em R$59.431.565,00 (cinquenta e nove milhões e quatrocentos e trinta e um mil e quinhentos e sessenta e cinco reais), autorizados pela bancada federal, e R$ 4, 748.035,84 (quatro milhões setecentos e quarento e oito mil, trinta e cinco reais e oitenta e quatro centavos) a serem empenhados pela Prefeitura. A intenção das obras é de ligar o Anel Viário com a região do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O projeto quer implantar e pavimentar 13 quilômetros de vias, e construir uma ponte sobre o Córrego Imbirussu. A expectativa da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos é licitar a obra neste ano e iniciar na execução em 2021 após o período de chuvas.

O secretário municipal de infraestrutura e serviços públicos Rudi Fiorese, disse que o recapeamento passará pelas avenidas Wilson Paes de Barros, Jamil Nahas e beneficiará os bairros Jardim Carioca, Nova Lima e Vila Nova Campo Grande. “O objetivo é que desafogue as avenidas Duque de Caxias e Lúdio Martins Coelho. Hoje foi assinado o contrato de repasse da Caixa Econômica, o próximo passo é fazer o projeto de engenharia e enviar para análise e orçamento também da Caixa”, explicou.

De acordo com engenheiros da Sisep, com está nova malha viária, quem mora em bairros na saída para Sidrolândia, como o Aero Rancho e trabalha no Polo Empresarial Oeste, vai encurtar pela metade o atual trajeto. Hoje é feito pelas avenidas Lúdio Coelho, Duque de Caxias e Sólon Borges Padilha.

A pavimentação da Avenida Wilson Paes de Barros até se encontrar com a General Alberto Carlos Mendonça, vai criar uma alternativa de acesso ao Aeroporto Internacional para quem está na saída para Sidrolândia. Hoje a única alternativa para chegar ao aeroporto é pela Duque de Caxias.