23 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 20º

CORONAVÍRUS

Máscaras de proteção serão distribuídas nos 79 municípios de MS

Nesta quinta, a entrega foi feita ao prefeito da Capital, Marquinhos Trad, que recebeu 5 mil unidades

A diretoria da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) garantiu que as máscaras de proteção facial distribuídas às prefeituras de Dourados e Campo Grande, respectivamente na segunda (1) e ontem, 5ª-feira (4.junho), serão entregues também para os demais municípios do Estado.

As máscaras serão distribuídas entre os profissionais que atuam na área de saúde pública e profissionais que atendem nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) dos municípios.

A Assomasul adquiriu os insumos para a confecção das primeiras 20 mil máscaras (faceshields Shields) dentro do projeto de parceria institucional com o projeto Corona Vidas Hub Dourados/MS; a BPW Dourados-MS Brasil; Leilo Dom, Leilão Beneficente; Unigran; e IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul).

Na segunda-feira, a prefeita de Dourados, Délia Razuk representou o presidente da entidade, Pedro Caravina, em ato de entrega de 2.150 mil protetores faciais.

Já nesta quinta, a entrega foi feita ao prefeito da Capital, Marquinhos Trad, que recebeu 5 mil unidades para distribuição aos profissionais que atuam na área de saúde pública.

De acordo com o diretor-financeiro da Assomasul, Diego Abud, a distribuição aos demais municípios do Estado será feita obedecendo ao critério de divisão proporcional do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), ou seja, baseando no número de habitantes.

ATUAÇÃO

A Assomasul tem se mobilizado desde quando surgiram os primeiros casos de coronavirus no Estado, adotando medidas restritivas e orientando os prefeitos na busca de solução para a crise na área de saúde pública que afetou diretamente as finanças municípios.

Além da suspensão temporária das aulas nas escolas municipais e da Copa Assomasul, a diretoria orientou cortes nas despesas das prefeituras e tem discutido com as autoridades estaduais e federais, por meio de videoconferências, alternativas viáveis visando à solução dos problema.