19 de setembro de 2020
Campo Grande 32º 21º

CULTURA

MIS ganha Prêmio Darcy Ribeiro por curso de documentário

Ministrado pela cineasta e coordenadora do MIS, Marinete Pinheiro, e pelo produtor executivo da TVE Cultura MS, Carlos Diehl, o curso contou com a participação de vários colaboradores

O Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul (MIS) foi uma das instituições premiadas nacionalmente pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) com o prêmio Darcy Ribeiro 2019. A ação educativa “MS 40 anos em Histórias Cinematográficas”, curso de documentário realizado em 2017, contou com parceria da TVE Cultura MS.

Ministrado pela cineasta e coordenadora do MIS, Marinete Pinheiro, e pelo produtor executivo da TVE Cultura MS, Carlos Diehl, o curso contou com a participação de vários colaboradores. “O cinema é uma ferramenta educativa dinâmica e poderosa, então, para celebrar os 40 anos de criação do Estado fizemos um curso com objetivo de utilizar e valorizar o material de arquivo /acervo, contando histórias em imagens e sons, a partir de diversos olhares. Tivemos a grata satisfação de terminar com cinco documentários, que agora servem de material educativo e de reflexão sobre distintos processos de criação de formação de Mato Grosso do Sul, e agora esse reconhecimento fantástico por se tratar de uma ação educativa desenvolvida no espaço do Museu”, comentou Marinete.

Bosco Martins, diretor presidente da TVE Cultura MS, disse ter recebido a notícia de forma impactante, lembrou da importância do legado de Darcy Ribeiro e de que se está no caminho certo ao promover o audiovisual. “A gente contribui para formar novos documentaristas e que o embrião do trabalho deles está sendo agora complementado com essa dádiva da premiação”, destacou Martins.

Mara Caseiro, diretora-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, também ficou satisfeita com o reconhecimento do trabalho feito pela equipe do MIS em parceria com a TVE Cultura MS e falou da importância do curso ao revelar novos talentos para o audiovisual sul-mato-grossense. “São novos olhares, num estado rico de histórias para serem contadas pela sétima arte”.

O valor do prêmio recebido em espécie será aplicado em um segundo curso de documentário intitulado “MS em Imagens e Sons”, que abre inscrições neste mês, com a proposta de realizar mais cinco novos filmes, utilizando materiais do acervo do MIS e da TVE Cultura.