06 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

INTERNACIONAL

Motorista de ônibus morre espancado por grupo que queria embarcar sem pagar e sem máscara

O homem foi arrastado do ônibus para a plataforma, onde recebeu socos e chutes na cabeça

O motorista de ônibus Philippe Monguillot teve morte cerebral confirmada pelos médicos na 2ª-feira (6.julho), após ser espancado por um grupo de pessoas que queria entrar em um ônibus sem pagar e sem usar máscaras. O caso ocorreu em Bayaonne, no sudoeste da França, no último domingo (5.julho).

Conforme o site Le Parisien, o motorista tentou impedir a entrada dos passageiros, mas recebeu vários socos que provocaram uma lesão grave na cabeça. Ele ainda foi arrastado do ônibus para a plataforma, onde recebeu ainda mais agressões.

De acordo com a agência de notícias AFP, um dos passageiros foi detido e os demais estão foragidos. Ao todo, cinco pessoas são acusadas de terem participado do ataque.

“Ele não pode nos deixar assim, ele completaria 59 anos em breve”, disse a esposa do motorista, Veronique, ao Le Parisien. “Não, não se faz isso por causa de uma passagem de ônibus. Não se mata por algo assim”, continuou.

Assim como ocorre em diversas cidades do Brasil, o governo francês também determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras nos transportes públicos para conter o avanço do coronavírus.