21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

LUTO NA IMPRENSA

MS perde para o infarto um de seus grandes jornalistas: Nicanor Coelho

A- A+

"Você sabia que toda vez que doa sangue pode salvar até 3 vidas? Essa causa é importante para mim e eu ficaria muito feliz se você pudesse contribuir doando sangue ou divulgando quando os bancos de sangue locais precisarem de ajuda".

Postada na segunda-feira, 14, no Facebook, esta foi uma das últimas mensagens de Nicanor Coelho, que tombou nesta quinta-feira, 7, vítima de um infarto fulminante. Ele estava conduzindo seu carro em uma rua da área urbana de Dourados, quando começou a sentir fortes dores no peito. Parou oveículo e desceu pedindo socorro em uma farmácia, mas caiu antes de entrar. Foi socorrido, mas já estava sem vida.

Nicanor Coelho tinha 52 anos, mais da metade dedicada à profissão pela qual era um apaixonado: o jornalismo. Também foi professor, escritor e editor, dirigiu o corpo editorial de vários veículos de comunicação, sendo fundador de um deles, o Midiaflex. Trabalhava na assessoria de imprensa da Prefeitura de Dourados.

Foi profícua a presença de Nicanor Coelho, sobretudo nos municípios em que concentrou sua atuação, entre os quais Dourados, Rio Brilhante e Campo Grande. Era uma figura singular, de textos combativos, encarava todos os desafios da profissão e estava entre os mais bem informados.