25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

CORONAVÍRUS

MS que já registrou 8 mortes e 1 mês, agora registra 8 óbitos em 24h

O aumento se deve a grande desobediência do isolamento social, em que MS ficou meses seguidos na 'lanterna'

O coronavírus completa 100 dias desde a notificação do primeiro caso em Mato Grosso do Sul. E nesta 3ª-feira a Covid-19 causou mais 8 óbitos e registrou 393 casos nas últimas 24h. MS já chegou a registrar 8 mortes em 1 mês, agora o cenário é assustador. Passando a registrar o mesmo número em 1 dia. A Secretaria Estadual de Saúde confirmou hoje 55 mortes e 5.784 diagnósticos positivos da covid-19. Destes, apenas 2893 se recuperam.

O aumento se deve a grande desobediência do isolamento social, em que MS ficou meses seguidos na ‘lanterna’ dos que menos cumpriam o isolamento, seja anos final de semanas ou feriados. Campo Grande, está na 44º posição do ranking de cidades que menos cumprem o isolamento, apenas 36,6% da população está cumprindo os isolamento social para evitar o contágio. Outros municípios de MS: Rio Verde do Mato Grosso, Antônio João, Aral Moreira e Anaurilândia, registram menos de 28% de isolamento populacional. Os municípios que mais cumprem o isolamento são: Juti (47,7%) e Rochedo (47,1%). 

Segundo o Secretário de Saúde de MS, Geraldo Resende, os próximos dois meses serão os piores em registros de morte pela doença. (veja AQUI). 

Já em comparação com o cenário nacional, quanto ao isolamento, o Mato Grosso do Sul, aparece cocupando a 23º posição no ranking com 36,7% de cumprimento do isolamento, os municípios que tem menos casos são os que mais estão cumprindo o isolamento.  

Em meio à maior aceleração no contágio do novo vírus no País, o Estado também registra aumento no número de internações pela doença. São mais de 1,1 milhão de pessoas infectadas no Brasil e mais de 51 mil mortos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou preocupação ontem, 2ª-feira, (22.junho), com a alta porcentagem de resultados positivos nos testes de covid-19 no Brasil - na casa dos 31%, de acordo com o boletim epidemiológico mais recente. Segundo a entidade, o número elevado indica baixa testagem e uma provável subnotificação de casos, uma vez que a taxa média de positivos, em outros países, costuma ser de 17%.

Em MS, segundo Geraldo Resende, 158 pessoas testaram positivo e estão internadas de ontem para hoje. Deste total, 76 estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A taxa de ocupação global dos leitos, isso é, além do coronavírus, outras doenças que precisam de internação, já é de 71% em MS. Em Campo Grande há 212 leitos pelos Sistema Único de Saúde (SUS); nesse sentido, ao menos 150 leitos já estão ocupados na Capital, restando 62 em hospitais públicos.  Corumbá, que tem 20 leitos na rede pública está com 80% deles ocupados, restando apenas 4 leitos vagos. 

VEJA ABAIXO A LEITURA DO BOLETIM DE HOJE NA ÍNTEGRA:

Confira os detalhes do assassinato do chargista em Campo Grande
BARBARIDADE
há 19 minutos

Confira os detalhes do assassinato do chargista em Campo Grande

Motorista do caminhão que colidiu com ônibus e matou 40 pessoas não tinha CNH 'D'
TRAGÉDIA | TAGUAÍ
há 1 hora

Motorista do caminhão que colidiu com ônibus e matou 40 pessoas não tinha CNH 'D'

Dupla é presa vendendo armas no meio da rua
POLÍCIA
há 1 hora

Dupla é presa vendendo armas no meio da rua

Confira: Fumacê passa pelo Leblon, Santo Amaro e outros 10 bairros nesta quarta
SAÚDE
há 1 hora

Confira: Fumacê passa pelo Leblon, Santo Amaro e outros 10 bairros nesta quarta

Dupla acusada de cometer série de roubos com 'Gol branco' é presa na capital
POLICIAL
há 1 hora

Dupla acusada de cometer série de roubos com 'Gol branco' é presa na capital

Sorteio define bloco e apartamento de famílias selecionadas em dois residenciais na capital
SONHO
há 2 horas

Sorteio define bloco e apartamento de famílias selecionadas em dois residenciais na capital