02 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Guerra

Obama autoriza ataque contra Estado Islâmico e Afeganistão

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou ataques aéreos norte-americano ao Estado Islâmico e ao Afeganistão. Também foram autorizados ataques contra terroristas da Al Qaeda, informou o jornal norte-americano Washington Post, citando uma fonte militar.

Ainda de acordo com jornal norte-americano, os novos poderes das tropas americanas permitem intensificar a luta contra o Estado Islâmico no Afeganistão ao contrário do que era permitido anteriormente quando as tropas norte-americanas podiam usar a força somente contra a Al Qaeda ou para ajudar os militares afegãos. 

Essa decisão da Administração dos EUA se tornou pública alguns dias depois de o Departamento de Estado ter declarado que iniciaria o combate à célula do Estado Islâmico no Afeganistão.

O presidente do Comitê das Relações Exteriores do Senado norte-americano, Bob Corker, afirmou na quarta-feira (20) que estava satisfeito com a ação de expandir alvos de ataque e considerou erro alvejar apenas a Al Qaeda. Corker destacou que a retirada de mais forças aliadas do Afeganistão pode acarretar riscos para população afegã.

Os EUA realizam desde 2001, após ataques ao World Trade Center, operações militares contra terroristas da Al Qaeda e do movimento Talibã no Afeganistão. Inicialmente foi planejado retirar todas as tropas americanas em 2014, entretanto, a pedido do governo afegão, parte do contingente norte-americano ficou no país para ajudar as forças de segurança locais.