25 de fevereiro de 2021
Campo Grande 34º 23º

Ambiental

Operação Veredas retira três mil cabeças de gado de Área de Proteção

Mais de três mil cabeças de gado foram retiradas de 862 hectares de áreas Preservação Permanente (APP), Reserva Legal (RL), dentro de uma unidade de conservação que havia sido embargada, com multa de R$ 8,6 milhões a um único pecuarista. Denominada Operação Veredas, a ação foi coordenada pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio), que é responsável pelas Unidades de Conservação Federais, com apoio da Polícia Militar Ambiental de Batayporã, IBAMA e a Prefeitura de Taquarussu.

A operação teve início no dia 18 de julho e se estendeu até o dia 23 do mesmo mês, atendendo recomendação do Ministério Público Estadual e do Ministério Público Federal. Também foram realizadas vistorias em assentamentos no entorno da Área de Proteção Ambiental (APA).

O gado estava dentro de uma Área de Proteção Ambiental nas Ilhas e Várzeas do Rio Paraná. O ICMBio, que embargou e multou o pecuarista, informou que haviam sido construídos drenos em áreas de reserva legal e que, durante a operação, houve ainda a apreensão de uma máquina retro-escavadeira que estava realizando estes drenos.

veredas

A àrea de proteção ambiental possui 634.523 hectares em 10 municípios de Mato Grosso do Sul e compreende 15 municípios do Estado do Paraná, perfazendo um total de 1.003.000 hectares. A parte mais importante está localizada dentro do município de Taquarussu, com grandes áreas de Veredas – Áreas de Preservação Permanente. Foi criada para a conservação e recuperação de biodiversidade de Mata Atlântica e reconhecida como área de grande relevância ecológica.

De acordo com as autoridades, toda a operação transcorreu pacificamente, sem resistências dos proprietários rurais. Segundo representante do ICMBio, Erick Caldas Xavier, os trabalhos de informações e sensibilização realizados pela Prefeitura de Taquarussu junto aos fazendeiros foi fundamental. “Esta foi uma das maiores operações do tipo realizadas no País”, frisou.