19 de janeiro de 2022
Campo Grande 34º 24º

CELEBRAÇÃO | ILUMINA PANTANAL

Projeto que leva energia solar para o Pantanal ganha prêmio internacional

"É um orgulho para todos os sul-mato-grossenses", diz o governador

A- A+

O governador Reinaldo Azambuja comemorou o prêmio internacional que o projeto Ilumina Pantanal ganhou nesta quarta-feira (24.nov.21) em Birmingham, na Inglaterra, na categoria "International Solar and/or Storage Project of the Year. "É um orgulho para todos os sul-mato-grossenses, que temos o melhor projeto de sustentabilidade de energia solar do mundo", destacou o governador na noite de hoje, durante a abertura da Conferência da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais), no Centro de Eventos Bosque Expo.

Esse é Reinaldo Azambuja. Foto: Chico RibeiroEsse é Reinaldo Azambuja. Foto: Chico Ribeiro

governador ressaltou que o projeto concorreu com iniciativas do mundo todo e mostrou sua qualidade ao ser premiado. "É uma iniciativa que melhora a qualidade de vida de mulheres e homens pantaneiros. Nós estamos montando a base número mil e com esta grande notícia estou muito feliz. Um projeto sustentável e acima de tudo de cunho social".

O projeto Ilumina Pantanal é desenvolvido e realizado por meio de parceria entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Grupo Energisa e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Até o mês de abril de 2022, o Projeto Ilumina Pantanal vai levar energia elétrica por meio de placas solares a 2.090 famílias moradoras na região pantaneira nos municípios de Corumbá, Ladário, Aquidauana, Porto Murtinho, Coxim, Miranda e Rio Verde.

"A concepção do Ilumina Pantanal nasceu ainda em 2015, em discussão do Governo do Estado com a Energisa sobre a universalização do acesso à energia elétrica no Pantanal. O projeto evoluiu em sua base tecnológica e buscamos os recursos necessários junto ao governo federal", destacou o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) o secretário Jaime Veruck.

 

Fonte: Governo MS