24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

INTERIOR

Distritos em MS recebem poços artesianos feitos por empresa de saneamento

"São quase 40 projetos de novos poços em várias cidades, muitos já concluídos e outros em processo de licitação ou contratação", diz secretário

A- A+

A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) iniciou a perfuração e ativação de poços artesianos em 60 distritos do Estado, e fará a execução de redes de distribuição que levam a água tratada a casa dos moradores. 

A Sanesul é responsável pelo fornecimento de 9,8 bilhões de litros de água por mês em 128 localidades do interior, que atende 1.519.141 sul-mato-grossenses. Destas, 13 localidades são abastecidas pela captação superficial dos rios do Estado e as 115 demais fazem a absorção subterrânea por 394 poços ativos, onde 90 captam os recursos do Aquífero Guarani.

Segundo a empresa, foram iniciadas as perfurações de poço no distrito de Palmeiras (pertencente a Dois Irmãos do Buriti) e no distrito de Vila Quebracho (em Anaurilândia). 

No Distrito de Palmeiras, diz a Sanesul, está sendo feito o quarto poço que deverá chegar a 350 metros nas rochas areníticas da Formação Furnas. O investimento da Sanesul nesse projeto é de R$ 253 mil. 

No Distrito Vila Quebracho, que tem 221 ligações de imóveis e residem cerca de 880 moradores e suas famílias, o novo poço será o segundo perfurado pela empresa e vai substituir o primeiro. Os testes de vazão mostram que é possível atingir 30 mil litros por hora.

O poço vai abastecer o reservatório apoiado metálico, que tem capacidade de reservar 40 mil litros de água tratada. O investimento foi de R$ 287.000,00."Mesmo em meio a uma pandemia temos a Companhia de Saneamento do Estado trabalhando para aumentar a capacidade de produção de água para toda a população. São quase 40 projetos de novos poços em várias cidades, muitos já concluídos e outros em processo de licitação ou contratação. São ações que atendem aos anseios da população que cresce nessas localidades. Importante ofertar projetos aos distritos, é mais infraestrutura de saneamento, é o governo do governo atendendo cada localidade onde há uma família crescendo", garante o secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

ESGOTAMENTO SANITÁRIO

Governo do Estado, por meio da Sanesul, também quer levar o esgotamento sanitário à população que vive em distritos. O projeto é ousado e foi motivo de reunião em Brasília entre a Sanesul e a ministra da Agricultura Tereza Cristina.

O recurso para essas obras deverão vir do Governo Federal via convênio como "recursos não onerosos", ou seja, uma parceria entre Sanesul e União que vai garantir a implantação da universalização do esgotamento sanitário em todas as localidades. 

A Sanesul investe em poços para enfrentar maior seca dos últimos anos. O Governo do Estado está monitorando os níveis de rios e produção dos poços, responsáveis por fornecerem água para as cidades atendidas pela Sanesul.