05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

Operação

Polícia faz operação contra grupo que espancou e torturou adolescente por causa de pipas

Vítima foi agredida por discutir com outro garoto, parente de criminosos

A Polícia Civil, com apoio do canil da Polícia Militar, realizou nesta sexta-feira (19) a Operação Tundere, contra grupo que teria espancado e torturado um adolescente após desentendimento por causa de pipas. Os fatos ocorreram em Três Lagoas. a 338 quilômetros de Campo Grande, e toda agressão foi gravada pelos autores.Foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em residências localizadas na Vila Piloto e Vila Alegre. “Os fatos apurados no inquérito policial são disparo de arma de fogo, tortura, integrar organização criminosa, furto qualificado e corrupção de menores”, afirmou a polícia em nota. O nome, Tundere, faz referência ao ato de surrar, ou ‘cobrir de pancadas’.

No dia 16 de abril, o adolescente discutiu com outro adolescente, por causa de pipa. No entanto, o outro garoto envolvido era parente de pessoas ligadas ao crime e, com apoio delas, decidiu aplicar um ‘corretivo’ na vítima, que foi perseguida e atacada com socos e chutes. O adolescente agressor agiu com o pai e com o tio. 

A Polícia Civil teve acesso às filmagens e conseguiu identificar os suspeitos. “A vítima teve a má sorte de discutir com sobrinho de indivíduos conhecidos por possuírem várias passagens criminais, que se reuniram para lhe aplicar o castigo, afirmando sua autoridade paralela”, afirmou.

A vítima chegou a ter a casa invadida e furtada pelos criminosos que atiraram no local. Os envolvidos foram detidos, mas as investigações prosseguem, com o intuito de materializar os fatos e identificar maior número de envolvidos possível.