19 de janeiro de 2022
Campo Grande 34º 24º

DEPOIS DE 7 ANOS

Por unanimidade, Mauro Carvalho é absolvido pelo TRF das acusações da Ararath

Para os desembargadores que analisaram o processo, a denúncia foi formulada de forma temerária, desprovida de qualquer elemento de prova e completamente inepta

A- A+

O Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF 1) absolveu, a unanimidade, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, das acusações feitas pelo Ministério Público Federal de envolvimento na Operação Ararath.

A decisão atendeu ao pedido feito pelos advogados de defesa, Rodrigo Mudrovitsch, Felipe Carvalho e Ulisses Rabaneda, em um pedido de habeas corpus. Com isso, foi determinado o arquivamento da denúncia feita contra o secretário.

Para os desembargadores que analisaram o processo, a denúncia foi formulada de forma temerária, desprovida de qualquer elemento de prova e completamente inepta. O MPF acusou Mauro Carvalho de participação em esquema de lavagem de dinheiro, com uma das empresas de sua propriedade.

"O Poder Judiciário finalmente reconheceu que não houve qualquer relação do nosso cliente com qualquer fato da Ararath. Mesmo após anos de apuração, não foi dada sequência a nenhuma das acusações temerariamente formuladas", afirmou o advogado Rodrigo Mudrovitsch.

Com a decisão do TRF, agora não pesa nenhum processo da Ararath contra Mauro Carvalho.