01 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Anhanduí

Primeira etapa de obras no Anhanduí será entregue no aniversário da Capital

Intenção é entregar ainda recapeamento de duas pistas e ciclovia

A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) anunciou que nos próximos 45 dias, a ponte sobre o Rio Anhanduí, no cruzamento entre as ruas Bom Sucesso e a Avenida Ernesto Geisel ficará interditada.

O motivo é a construção de 12 metros de gabião sob a estrutura e implantação de soleiras de amortecimento da água no leito da rua. 

 O aterro das cabeceiras foi removido para que as equipes da empreiteira possam dar continuidade à construção das paredes de contenção das margens, que começou na altura da Rua do Aquário, final do lote três das obras de revitalização.

De acordo com a equipe de engenharia da Sisep, se o tempo continuar firme e com pouca chuva, a previsão é de que seja possível inaugurar a primeira etapa de revitalização, no mês de agosto quando se comemora o aniversário de Campo Grande.

Neste trecho estão incluidas também, o primeiro trecho da ciclovia e o recapeamento das duas pistas da Avenida Ernesto Geisel. 

DETALHAMENTO

São 551,6  metros entre as ruas Santa Adélia e Abolição, onde as margens já foram recompostas. A erosão foi controlada e ainda em fevereiro deve começar a  urbanização da faixa das laterais. Aproximadamente, 60% da obra já está pronta. 

A característica do solo, que não foi abalada com a movimentação de terra decorrente da terraplanagem necessária para a construção das paredes de gabião, permitiu que andamento das obras fosse acelerado em relação aos outros dois lotes  (da Abolição até a Bonsucesso e, da Bonsucesso até a Rua do Aquário).

O trecho onde as obras devem terminar só no final do primeiro semestre de 2020, é  justamente o lote dois  (entre as ruas Abolição e Bonsucesso), de 860 metros, onde que, por razões de segurança,  foi preciso interditar o trânsito na pista centro/bairro. O solo é muito frágil, com nascentes, vulnerável à movimentação de terra que está sendo feita nas margens do rio. Além de gabião, haverá trechos com placas de concreto.  Aproximadamente, 35% do serviço está pronto.

Já o lote três, de 420 metros,  que termina exatamente na ponte da Rua Bom Sucesso, deve ficar pronto até dezembro deste ano. Até agora, tomando como base as últimas medições entregues à Sisep pelas empreiteiras, já  foram implantadas 40% da extensão de gabião. De 24.624,5 metros de gabião, ficaram prontos 9 mil metros, restando ainda 15.098 metros, chegando em alguns pontos a 8,5 metros de altura, com até 10 degraus.

Dos 4.492,50 de manta  geotêxtil  que revestirão os barrancos, mais de 3.500 metros já foram instalados. Este material, feito com poliéster, é colocado atrás das paredes de gabião, reforçando ainda mais a proteção das margens do aparecimento de novos processos erosivos. Dos 20.929 muros de contenção em concreto armado programados, mais de 8 mil metros já foram colocados.

*Com informações da Assessoria de Comunicação Sisep