18 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 22º

ESCRAVIDÃO | MINAS GERAIS

Professor suspeito de escravizar mulher é afastado de cargo em universidade 

Família de Patos de Minas fez mulher escrava desde os 8 anos, quando ela foi pedir pão a mãe do professor, a também professora, Maria das Graças Milagres Rigueira

A- A+

O professor universitário Dalton César Milagres Rigueira, investigado por suspeita de manter, Madalena Gordiano, de 46 anos, em condições análogas à escravidão em Patos de Minas, foi afastado das funções conforme divulgou a Fundação Educacional de Patos de Minas (Fepam), entidade mantenedora do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam).

Segundo denúncia divulgada pelo Fantástico neste domingo (20.dez.2020), o Ministério Público do Trabalho (MPT) resgatou Madalena da casa da família, onde ela trabalhava sem registro em carteira, nem salário mínimo garantido ou descanso semanal remunerado. Ela era mantida escrava desde os 8 anos, quando foi "adotada" pela mãe de Rigueira. 

O advogado de defesa da família emitiu nota de posicionamento.  

Conforme a Unipam e Fepam divulgaram nesta 2ª-feira (21.dez), medidas cabíveis e legais já estão sendo tomadas e o professor já se encontra afastado das atividades na instituição.

Também esclareceram que tomaram conhecimento da informação pela mídia e que "não comungamos com os atos ali relatados", diz o comunicado.

A família disse por meio de nota, emitida pelo advogado Brian Epstein Campos:

"Com respeito a todas as interpretações e ao direito de manifestação possíveis e válidas numa democracia, a defesa informa que ainda não teve acesso a todos os elementos que envolvem a senhora Madalena. A divulgação prematura e irresponsável, pelos fiscais e agentes do Estado, antes de um processo que por sentença reconheça a culpa, viola direitos e dados sensíveis daquela família e vulnera a segurança pessoal deles. A defesa seguirá, discreta e séria, atuando exclusivamente nos limites constitucionais e do Devido Processo Legal. Estamos em um momento de confraternização cristã e uma reflexão cautelosa, após conhecimento de todos os fatos nunca criará prejuízos."