25 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 21º

Ressocialização

Projeto de ressocialização proporciona doação de hortaliças a familiares de presos

Os produtos são entregues no último final de semana de cada mês

Um projeto desenvolvido na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí oferece verduras produzidas na horta do presídio a familiares de detentos. Os produtos são entregues no último final de semana de cada mês, durante o dia destinado à visita de menores, que vão até o local acompanhado pelos responsáveis.

De acordo com a direção da unidade prisional, ao mesmo tempo que os reeducandos trabalham no cultivo dos hortaliças para ampliar o processo de ressocialização, a ação proporciona o acesso à alimentos saudáveis e humanizado aos familiares. “Doamos para as famílias dos internos que nos visitam algo em torno de dois pés de alface, rúcula e um maço de salsinha e cebolinha; neste mês temos pepinos e no mês passado foi jiló”, detalha o diretor da penitenciária, Rogério Capote.

Além dos familiares dos custodiados, as hortaliças cultivadas no local também são doadas a instituições assistenciais da cidade. Toda semana o Lar dos Meninos e uma igreja que presta assistência a 15 menores vão até o presídio para receber as doações de verduras.

Para o diretor da unidade prisional o labor na horta contribui para o bom comportamento dos custodiados, pois gera ocupação produtiva e remição na pena. “Além disso, é uma forma de nossos reeducandos ajudarem às suas famílias e também às entidades que precisa”, afirma. “É uma forma do sistema penitenciário retribuir à sociedade o que é gasto com a manutenção da unidade”, finaliza.