23 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 20º

QUILOMBOLA EM ATIVIDADE

Projeto lança site que apresenta memórias e tradições de comunidade quilombola

Site ficará por um ano em exposição no mundo virtual, para que muitas pessoas, em Campo Grande e Brasil a fora

A- A+

Transformar a oralidade, saberes populares e histórias, em algo palpável que sirva de patrimônio imaterial ao mesmo tempo que traga reflexão às questões de desigualdades raciais. É com esta proposta que o projeto "Quilombo em Atividade” fará o lançamento do site do quilombo urbano São João Batista, no próximo domingo (20.mar.21), às 19h, na página do Instagram (@quilomboematividade). 

Junto ao lançamento do site será feita a exibição das audiografias. Trabalho esse que foi iniciado em outubro do ano passado na comunidade. Tudo a partir da vivência e entrevistas feitas com moradores do quilombo. Das conversas foram captados os áudios (oralidade dos entrevistados) e, em paralelo, foram realizados retratos dos entrevistados ao longo do diálogo. 

Ao final, na edição, houve uma junção das imagens com os áudios, daí o nome audiografias: áudio + fotografia. "Trabalho construído na sobreposição de camadas imagéticas e sonoras. É nesse lugar de construção que surgem os múltiplos indivíduos, com suas histórias, questões, saberes e sonhos. Por isso, a importância de mostrar o resultado das audiografias, porque é o resgate e a valorização da cultura afro-brasileira através da história do quilombo traçando de forma poética sua relação com a cidade", explica a artista visual, Vanessa Bohn. 

A live de lançamento do site, no Instagram, terá uma programação especial. A abertura ficará por conta da banda Mukando Kandango, formadas por artistas do próprio quilombo urbano São João Batista. 

Em seguida, haverá a apresentação do projeto Quilombo em Atividade, uma roda de conversa com integrantes da comunidade para tratar sobre o fortalecimento da cultura quilombola. Além da exibição das audiografias e o encerramento com mais música afro-brasileira. 

O projeto foi contemplado com recursos do Fundo Municipal de Investimento Cultural (FMIC/2019), da Sectur – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campo Grande. Toda a elaboração e execução do “Quilombo em Atividade” foi fruto da parceria entre, Rafael Leite de Sá (capoeirista e assessor da igualdade racial do município de Goiás/GO), Marcos Vinicius Campelo Jr. (doutor em Ensino de Ciências – UFMS e gestor da Coordenadoria de Políticas para o Ensino Fundamental da da Secretaria de Educação do Estado - SED/MS) e Vanessa Bohn (artista visual e produtora cultural). 

O site faz parte da segunda etapa do projeto. "Na primeira fase, visitamos a comunidade para realização da pesquisa e do material audiovisual. Depois, demos continuidade ao trabalho com oficinas e, agora, chegou o momento de lançar o site com as audiografias da Comunidade São João Batista. Fotos e áudios que unidos resultaram em um mapeamento histórico-poético, das narrativas - memórias e saberes deste povo", garante a artista.  

Com o endereço eletrônico www.quilomboematividade.com , o site ficará por um ano em exposição no mundo virtual, para que muitas pessoas, em Campo Grande e Brasil a fora, possam conhecer mais sobre a cultura afro-brasileira em especial sobre a Associação Familiar da Comunidade Negra São João Batista (AFCN).

QUILOMBO SÃO JOÃO BATISTA 

Situado no bairro Pioneiros, região sul de Campo Grande, o quilombo urbano tem sua tradição enraizada a partir da matriarca da comunidade, Dona Maria Rosa Anunciação, mãe de 9 filhos, que deu início à festa de São João Batista. 

Ela, que fez uma promessa ao santo, por conta do nascimento prematuro de seu último filho, após a graça recebida, passou a realizar a festa que virou tradição familiar. Celebração iniciada, em 1922, na cidade de Coxim e que passou a ser realizada em Campo Grande a partir de 1945, ano que marca a chegada de Maria Rosa com a família à Capital em busca de melhores condições de vida.