27 de setembro de 2021
Campo Grande 33º 22º

JUDICIÁRIO

'Quase perda' do filho custou R$ 15 mil: doméstica grávida atacada por cachorro será indenizada

Vítima de ataque de cão em condomínio da Barra vai receber indenização

A- A+

A trabalhadora, Maria Letícia de Lima Silva, doméstica, quase perdeu o filho após ser atacada por cachorro de uma moradora do Condomínio Edifício Praia de Itapuã, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. 

O ataque do animal foi num elevador de serviço em julho de 2019. O cão, que estava na companhia da dona, avançou contra a vítima no momento em que ela chegava para trabalhar em um dos apartamentos do prédio.  

A vítima foi socorrida no Hospital Barra D'Or com escoriações na barriga e o filho nasceu 25 dias depois do incidente.  

Em decisão da 16ª câmara Cível do TJ/RJ, divulgada em 17 fevereiro, a Justiça manteve a sentença de condenação da dona do cão. O juri observou que a mulher estava grávida à época dos fatos e acabou levando uma mordida do animal na barriga.

A dona do cachorro terá que pagar indenização no valor de R$ 15 mil, acrescidos de juros e correção.  

A decisão foi mantida em grau recursal. O colegiado considerou que são notórios e inegáveis os sofrimentos físicos e psicológicos experimentados pela autora lesionada na barriga. Assim, mantiveram a decisão anterior.