02 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 23º

ARTIGO

Saiba como conseguir crédito em instituições financeiras para sua empresa

É preciso se atentar a pequenos detalhes para conseguir crédito de forma estratégica

A crise causada pela pandemia do coronavírus vem fazendo com que muitas empresas precisem de crédito em instituições financeiras para se manter no mercado. Mas você sabe como conseguir um bom crédito?

É preciso se preparar, mesmo em meio à crise, para que seu crédito seja aprovado.

Listamos abaixo as 10 etapas mais importantes para você solicitar crédito para a sua empresa. Confira!

1. PLANEJAMENTO

Tudo deve começar no planejamento. Ele será responsável por definir qual o valor do empréstimo e qual a sua finalidade. Com isso, a tomada de decisão ficará mais clara e assertiva.

É nesse momento que você também deve identificar a real necessidade de crédito. É importante ter claro o valor do financiamento e a finalidade do recurso pretendido. É preciso ter certeza que ele é necessário e que o custo final dele será compensador. Para isso, não se esqueça de fazer um planejamento financeiro para o pós pandemia e analisá-lo com cautela.

2. BUSQUE A MELHOR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Existem diversas instituições financeiras para as quais você pode solicitar crédito. Para escolher qual a melhor para sua empresa, você deve analisar alguns pontos como:

Opções de crédito disponíveis;
Taxas aplicáveis;
Condições;
Fatores de restrição;
Prazos;
Juros.

Dessa maneira, você estará mais ciente dos valores que o empréstimo implicará em suas contas futuras.

3. ANALISAR OS FATORES DE RESTRIÇÃO

O terceiro passo é analisar quais os fatores de restrição a instituição financeira exige e se sua empresa está de acordo com cada um deles. Fatores de restrição, são por exemplo, a situação legal, garantias e capital próprio.

Um dos fatores de restrição mais comum é a restrição no nome. No entanto, devido a pandemia, em abril de 2020, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que suspendeu por 90 dias a inclusão de novos inscritos em serviços de proteção ao crédito como Serasa e SPC, o chamado cadastro negativo. Ainda, a medida deve perdurar enquanto a pandemia não estiver sob controle.

4. DOCUMENTAÇÃO

Ao solicitar crédito em uma instituição financeira, você precisa apresentar documentação que comprove que sua empresa terá como cumprir o pagamento do empréstimo. No entanto, é importante não se apegar a apenas informações contábeis, pois as instituições financeiras, aceitam sim, relatórios financeiros econômico gerenciais (faturamento, DRE, balancete e ainda fluxo de caixa projetado). Sua empresa também é avaliada pela movimentação da conta, entrada e saída, isso ajuda muito também na negociação.

5. OS 5 C'S DO CRÉDITO

Antes da aprovação de uma linha de crédito, bancos e instituições financeiras analisam diversas questões importantes sobre a pessoa ou empresa que está solicitando. Esses itens são conhecidos como os 5 C’s (capacidade, capital, caráter, colateral e condições) e são considerados para liberação ou negação do crédito.

- Capacidade: margem para contratação de novas dívidas por parte da empresa, considerando a dívida atual, o perfil da dívida e o fluxo de vencimento das obrigações já contratadas pela empresa, que podem vir a comprometer a capacidade de pagamento de uma nova operação de crédito;

- Caráter: informações relevantes em torno do comportamento da empresa ou do empresário. No caso de pequenas e médias empresas, esse aspecto tem influência direta sobre as decisões tomadas pelo negócio. Nesse item são considerados principalmente o histórico de crédito e a relação com fornecedores. A confiança percebida pelo emprestador em relação ao pagamento de obrigações futuras é também um importante fator;

- Caixa: informações sobre as perspectivas futuras de geração de caixa da empresa, que pode ser estimada tanto por meio de demonstrativos financeiros como DRE e Balanço, como por meio do fluxo de caixa direto no caso de pequenas empresas que não emitem estes demonstrativos;

- Colateral: contrapartida em bens que muitas vezes são exigidos como garantia em operações de crédito. No caso de operações menores, a garantia pode ser substituída pela inclusão de um avalista na operação, tornando o colateral uma obrigação moral do tomador de crédito junto ao seu avalista;

- Condições: situação financeira da empresa, suas condições específicas de operação que podem ser favoráveis ou não a uma boa avaliação para liberação de crédito. A finalidade para a qual o crédito está sendo solicitado tem forte influência sobre este aspecto.

6. MANTENHA O SEU PLANO DE NEGÓCIOS ATUALIZADO

Muitas vezes, a instituição financeira pede um plano de negócios atualizado, como parte do processo de aprovação de crédito. Sendo assim, é importante que você esteja preparado para convencê-los de que seu projeto é viável e que conseguirá arcar com aquele endividamento. Por isso, mantenha o plano de negócios atualizado e atrativo.

Fique atento também ao seu CPF, já que suas finanças pessoas também podem ser avaliadas durante a aprovação do crédito.

7. EFETUAR O PEDIDO DE FINANCIAMENTO

Vá até a instituição financeira escolhida e forneça ao gerente a documentação necessária, as garantias solicitadas e o plano de negócios, mostrando a viabilidade do projeto. Depois de concluir esses procedimentos, a instituição financeira analisará o projeto e retornará para informar a liberação ou não do financiamento.

8 . LIBERAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS PRONAMPE

Uma opção de crédito é o Pronampe, voltada às micros e pequenas empresas. A Caixa Econômica Federal é a primeira instituição financeira habilitada a operar com a linha de crédito criada nesse âmbito.

O empréstimo é oferecido pela instituição financeira com 36 meses de carência e oito meses para início do pagamento. A taxa de juros anual é correspondente à Selic mais 1,25%. A solicitação do crédito pode ser feita pelo site da Caixa.

Terão acesso ao recurso as micros e pequenas constituídas ao longo de 2019 e que declararam suas receitas de 2019 corretamente. O programa não alcança empresas abertas em 2020.

A Receita Federal enviou comunicados às empresas que têm direito ao recurso. As empresas do Simples Nacional receberão o comunicado por meio do DTS-SN (Domínio Tributário Eletrônico do Simples Nacional). Já as micros e pequenas empresas fora do Simples Nacional serão informadas via Caixa Postal localizada no portal do e-Cac.

9. OUTRAS DICAS

Antes de solicitar crédito em uma instituição financeira, é preciso tomar a decisão com calma. Após ter certeza de que o crédito é necessário, analise com cautela as propostas recebidas. Veja claramente as taxas, simule os custos e planeje, de forma que conseguir crédito para sua empresa seja positivo para os seus objetivos e suas finanças.

Além disso, muito cuidado com golpes. Principalmente, nesse momento de crise, muitos golpistas tentam se aproveitar. Por isso, analise alguns pontos como:

Credibilidade da Instituição financeira;
Veja se ela é conhecida;
Cuidado com sites que pareçam enganosos;
Fique atento a ofertas imperdíveis que são fora da realidade.

10. CONSULTORIA ESPECIALIZADA

Tem dúvidas sobre qual o momento ideal de solicitar crédito e como se preparar para isso? Para sanar todas as suas dúvidas conte com uma consultoria especializada como a consultora financeira Patricia Pazold.

AUTORA: Tem 41 anos, é Consultora Financeira, Contadora e Coaching, graduada em Administração de empresas e Ciências Contábeis, possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria e MBA em Gestão Tributária. No mercado de trabalho, Patrícia possui 21 anos de experiência na área financeira, atuando com setor financeiro, contábil, compras, crédito, cobrança e logística. Além disso, também conta com uma bagagem de 12 anos de experiência em gestão de equipes. É especialista em consultoria financeira, elaboração e execução de treinamentos, reestruturação do setor financeiro, reestruturação do setor de logística (frota), controle de custos e despesas e controladoria.