26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Chapecoense

São Paulo quer Nenê com cabeça boa para rodada final contra Chapecoense

O São Paulo quer recuperar Nenê do abatimento sofrido com o pênalti perdido contra o Sport, na última segunda-feira.

O técnico André Jardine conta com Nenê para enfrentar a Chapecoense, no domingo, na Arena Condá, pela última rodada do Brasileirão.

O São Paulo está empatado com o Grêmio em pontos (63), mas atrás no número de vitórias (17 a 16). Por isso, precisa pontuar e torcer por um tropeço dos gaúchos para entrar no G-4.

Nenê se lamentou muito no vestiário do Morumbi. O meia do São Paulo recebeu força de companheiros, funcionários e dirigentes, mas mostrou forte abatimento e ficou isolado por algum tempo.

– O Nenê está bastante chateado dentro do vestiário, porque ele sabe como era importante. Talvez ele mais do que todo mundo. Mas é um jogador experiente, sabe que são coisas que acontecem. Especialmente com os mais importantes do elenco. Eu realmente espero que ele se recupere rápido porque temos mais um jogo importante e vamos precisar dele com a cabeça boa – disse Jardine.

Ainda no gramado Nenê foi consolado por Jardine logo após ser substituído. Depois do apito final o meia do São Paulo deixou o campo de cabeça baixa.

Na saída do Morumbi, visivelmente triste, Nenê pediu desculpas para a torcida do São Paulo e chamou de "ridículo" e "pior pênalti da carreira" a cobrança diante do Sport.

Agora, Nenê soma 15 jogos de jejum no São Paulo. O atleta de 37 anos não marca desde o duelo com o Paraná, no dia 22 de agosto, quando o Tricolor empatou por 1 a 1 fora de casa. O jogador é o vice-artilheiro do elenco na temporada, com 12 gols, atrás de Diego Souza, com 16.

– O Nenê tem a confiança de todo mundo e sempre bateu os pênaltis. Nunca tinha perdido. Em um jogo decisivo, perdeu. Acontece com qualquer um. Todo mundo chateado porque precisávamos de uma vitória para depender só da gente. Infelizmente não aconteceu – falou Diego Souza.

Recentemente, parte da torcida ficou contra Nenê por creditar ao meia uma suposta culpa pela saída de Diego Aguirre. O próprio jogador do São Paulo, no entanto, se disse triste com a suposição e deu sua versão. O executivo de futebol Raí descartou ligação da demissão do uruguaio com Nenê.