12 de maio de 2021
Campo Grande 26º 17º

Três Lagoas

Saúde confirma quinta morte por influenza A em Três Lagoas

É a sétima vitima em Mato Grosso do Sul

A- A+

Foi confirmada nesta terça-feira (28), a quinta morte por influenza A em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, através do boletim de monitoramento semanal da Vigilância Epidemiológica, da SMS (Secretaria Municipal de Saúde).

Segundo a SMS, a vítima é um idoso de 80 anos, que faleceu no último sábado (25) no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, pelo vírus H1N1.

No último boletim epidemiológica da SES (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado no último dia 22, eram 24 casos confirmados, desses 22 em Três Lagoas, a morte do idoso aumenta para o 23º, e das 7 vítimas fatais, cinco são do município que lidera o número de incidência da doença em 2019.

Vacinação

Vale lembrar que a campanha de vacinação contra a gripe está marcada para encerrar na sexta-feira (31), e mais de 220 mil pessoas do público-alvo ainda não se vacinaram em Mato Grosso do Sul.

Mas nesta segunda-feira (27),  ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou a campanha será prorrogada. Porém não disse por quanto tempo a imunização contra gripe permanecerá ativa.

Sintomas

O vírus H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus da Gripe. O paciente apresenta sintomas de febre alta, mal-estar, dores de cabeça, espirros constantes e tosse. Em alguns casos de H1N1, pode haver também dificuldade para respirar ou falta de ar.

Quando os sintomas aparecem, o ideal e aconselhável é procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente para o diagnóstico médico e tratamento adequado.