26 de julho de 2021
Campo Grande 34º 19º

'SOB NOVA DIREÇÃO'

Rosana Leite deixa HRMS e assume secretaria de enfrentamento à Covid-19

Ex-diretora-presidente do Hospital Regional assume cargo que teve passagem relâmpago de Luana Araújo

A- A+
Rosana Melo de Leite, ex-diretora-presidente do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, deixou seu cargo em Campo Grande para assumir um cargo no topo do enfrentamento da pandemia, sendo nomeada para a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, após a pasta desistir da infectologista Luana Araújo.

Professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Rosana e sua nomeação foram anunciadas no Diário Oficial da União desta 5ª feira (17.jun.2021). "O meu principal compromisso é com os pacientes de Covid-19. Me identifico com a missão de trabalhar para o controle da pandemia", apontou a médica segundo material divulgado no portal do Ministério da Saúde.

Em 22 de maio em uma "passagem relâmpago", cerca de 10 dias após ser anunciada e sem ao menos ter sido nomeada, Luana deixou o cargo e desde então a cadeira estava vazia na secretaria responsável por estratégias de combate à doença no país.

Rosana aponta que seu desempenho frente ao cargo será apostando em vacina e focando na prevenção "seja ela primária, secundária ou terciária", como ressaltou a médica em nota. Melo de Leite diz que é necessário união - entre federação, estados e municípios - para que as ações da pasta cheguem "até a ponta".  

Para Queiroga, com a experiência de Rosana, a médica tem o potencial de fortalecer a estrutura técnica necessária para a pasta.

A Dra. Rosana é professora da UFMS, tem experiência em gestão pública, presidiu o CRM do Mato Grosso do Sul e reestruturou a Residência Médica no Brasil. Ou seja, tem um perfil técnico e sabe dialogar com os profissionais de saúde", apontou o ministro.

HRMS SOB NOVA DIREÇÃO

Com isso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) precisou definir novos nomes para a direção do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Quem assume a direção do HRMS é o oftalmologista ex-vereador por Campo Grande, Lívio Viana de Oliveira Leite, além da cirurgiã plástica Marielle Alves Correa Esgalha

"O doutor Lívio Viana Leite já foi ex-secretário-adjunto da SES, possui bom trânsito com as entidades médicas e instituições de saúde de Campo Grande. A doutora Marielle Esgalha é a nossa diretora de Atenção à Saúde da SES, servidora do HRMS, conhece profundamente toda a estrutura e o funcionamento daquele hospital", detalhou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Ele ainda estendeu um agradecimento à Rosana e ao Ministério da Saúde diante do reconhecimento.

"Quero dizer que o Mato Grosso do Sul se sente valorizado por meio da Secretaria de Estado de Saúde e do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, pela escolha do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, por escolher a nossa colega, Rosana Leite, para coordenar todas as ações do enfrentamento à Covid no país. Ela já demonstrou competência e muito compromisso quando diretora do HRMS", pontua o secretário.

** (Com informações SES e Ministério da Saúde)