22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

Apoio

Secretários participam de panfletagem em prol de Rose

A- A+

Após o expediente, os secretários estaduais Nelson Tavares (Saúde), Maria Cecília da Motta (Educação) e Elisa Cleia Nobre (Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) saíram às ruas, nesta quarta-feira (17), para apoiar a candidatura da vice-governadora Rose Modesto à prefeitura de Campo Grande, adesivando carros e entregando panfletos.

Cada secretário foi para um ponto diferentes de Campo Grande. Em frente ao Grand Park Hotel, na Avenida Afonso Pena, Nelson Tavares defendeu a eleição da candidata da coligação Juntos por Campo Grande (PSDB-PR-PDT-PSB-PRB-PSL-SD), explicando que como a gestão da saúde é feita de forma pactuada pelos poderes, é essencial a união de forças, representada pela candidatura de Rose Modesto.

Foto: Divulgação/Assessoria 

“Ela vem para integrar o que hoje está dissociado. Ela faz parte desse projeto de transformação de Mato Grosso do Sul que o governador Reinaldo Azambuja vem fazendo, e nós gostaríamos que isso fosse estendido para Campo Grande, que precisa de uma reestruturação na saúde”, disse.

O secretário avaliou que a candidata implementará mudanças importantes na Capital. Ele afirmou que o projeto Caravana da Saúde, do Governo do Estado, poderá ser replicado em nível municipal. Acompanhado dos filhos, do neto, e ainda com um grupo de funcionários da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Nelson Tavares faz uma avaliação positiva da recepção de Rose pela população. “As pessoas estão aceitando bem ela, em pouco tempo colei mais de 20 adesivos nos carros”, disse.

No cruzamento da Avenida Mato Grosso com a Rua Ceará, a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Motta, participou da mobilização com um grupo de aproximadamente 30 pessoas. Ela vê vários motivos para apoiar a candidata. “A Rose fez uma ótima gestão como vereadora, como vice-governadora e na Sedhast [Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho], porque é professora, é mulher, tem garra, é jovem e tem um futuro grande pela frente, e porque tem competência, resumindo tudo”, explicou.

Para a gestora, caso eleita, a candidata retomará os rumos da Educação de Campo Grande. Ela citou, entre as medidas que serão adotadas por Rose, o resgate da aprendizagem dos alunos, diminuição de reprovação e abandono escolar, além de um olhar diferenciado para a educação infantil, reestruturação da formação continuada e investimento em tecnologia.

Em frente à Caixa Econômica Federal, também na Afonso Pena, o grupo liderado pela secretária de Elisa Cleia Nobre (Sedhast) entregou panfletos e adesivou carros. A secretária contou que saiu às ruas porque acredita na capacidade de gestão de Rose, atuação que observou de perto quando a candidata dirigiu a pasta de janeiro de 2015 a março de 2016.

“De uma nota de zero a 10, dou 12 para o trabalho de Rose. Desde que ela entrou na secretaria, a mudança que ela trouxe, até na relação dos funcionários, a maneira de trabalhar ali dentro, já foi uma grande diferença”, disse. Entre as ações de Rose na Secretaria, estão a criação do projeto Rede Solidária, que ofereceu capacitação profissional a mais de 1,1 mil moradores do bairro Dom Antonio Barbosa, e a ampliação de mais 500 novas vagas no Programa Vale Universidade, que concede bolsas a acadêmicos do Estado.