01 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 19º

Sem acordo

Sindicato diz que reajuste de Bernal ‘não serve para professores’

A- A+

Os professores de Campo Grande até o momento não foram oficializados sobre o aumento dos salários divulgado pelo prefeito Alcides Bernal (PP) nesta quinta-feira (31). A Prefeitura anunciou o reajuste de 9,57 % para todos os servidores públicos do município a partir de maio.

De acordo com o presidente do Sindicato Campo-grandense dos Profissionais de Educação (ACP), Lucilio Nobre, o reajuste dado pelo prefeito “não serve para nossa categoria, nós temos uma lei”. Segundo ele, a lei 5.411/2014 tem que ser cumprida, entretanto, terá que ser feito um acordo na lei.

Também disse que a categoria não vai abrir mão do aumento do salário dos professores na Capital. “Não vamos abrir mão”, afirmou o sindicalista. Conforme Nobre, o Sindicato deve aguardar até segunda-feira (4), quando terão posição da reunião a prefeitura referente ao cumprimento da lei.

Enquanto isso os professores continuam em estado de greve. “Não fomos oficializados ainda, quando isso ocorrer, vamos conversar com nossa categoria e decidir em assembleia”