05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

Suspeito

Suspeito fez selfie dirigindo a 190 Km/h caminhonete roubada de professor

Vítima foi mantida em cárcere por 16 horas

Um dos suspeitos de envolvimento com o roubo da caminhonete Hilux de um professor ocorrido na tarde quarta-feira (03), em Chapadão o Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, Danilo Nogueira, de 28 anos, fez selfie conduzindo o veículo a 190 Km/H, rumo à fronteira. Ele receberia R$ 3 mil pelo transporte do veículo.

A prisão foi feita pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Água Clara. Conforme já noticiado, familiares acionaram a Polícia Civil de Chapadão do Sul relatando o possível sequestro do engenheiro agrônomo de 33 anos que dá aulas no campus daquele município da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Os policiais foram ao local de trabalho do professor, conversaram com alunos e outras testemunhas e, depois de analisarem câmeras de segurança, viram grupo em uma moto e em uma picape se deslocando para onde a vítima tinha sido vista pela última vez, o que confirmou a hipótese de sequestro e roubo. As informações foram repassadas para as forças de segurança da região.

No início da noite, a PRF flagrou a caminhonete em Água Clara. Preso, Danilo disse que receberia o valor para entregar o veículo em Ponta Porã. Ele afirmou não ter participado do sequestro em si, mas alegou ter sido contratado apenas como arrastador. No celular dele havia várias fotos feitas por ele dirigindo em alta velocidade.

A vítima foi mantida em cárcere por cerca de 16 horas e encontrada às margens da BR-060, em Paraíso das Águas. As informações colhidas com Danilo levaram à Polícia Civil a prender um segundo envolvido. As investigações continuam.