21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA | CAMPO GRANDE (MS)

Tatuador trans, assessor de vereador espanca esposa para não deixar ela trabalhar

"Vou te quebrar no pau, você vai perder o marido que te ama por causa do trabalho", esbravejou o agressor, que ficou conhecido por ser o primeiro a fazer mastectomia pelo SUS em MS

A- A+

Flamariom Patrizio Diniz, de 27 anos, assessor do vereador Victor Rocha (PP), em Campo Grande (MS), foi preso em flagrante nesta quinta-feira (23.set.21), no Bairro Cabreúva, após dar golpe de estrangulamento conhecido como mata-leão na esposa, de 29 anos. O homem também é tatuador na capital sul-mato-grossense.  

O indivíduo teria ainda agredido a mulher com socos e chutes e a motivação seria uma 'crise de ciúmes' por não querer que ela trabalhasse.  

A mulher pediu medida protetiva e o caso é apurado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

No boletim consta que o casal está junto há 6 anos, período em que chegaram a ter separações. 

A vítima disse que teria conquistado um emprego no ramo de arquitetura e ao levar o esposo no local para que ele conhecesse o ambiente, já que ele é muito ciumento, Flamariom teria passado a discutir com a nova empregadora da esposa. Diante disso, a mulher se despediu da empregadora e seguiu com esposo para casa, ele, porém, passou a ofender a esposa, alegando que ela teria arrumado o emprego como desculpa para poder “sair de casa”.

"Vou te quebrar no pau, você vai perder o marido que te ama por causa do trabalho", teria dito. Então, a mulher pegou uma bicicleta e, antes que saísse, foi impedida pelo assessor. "Essa bicicleta é minha, eu que paguei. Não vai sair", disse.

Nesse momento o homem partiu para cima da vítima desferindo socos e chutes dentro do impovel em que viviam no Cabreúva. O suspeito chegou a aplicar o mata-leão na esposa, para se livrar a vítima mordeu a mão do indivíduo e passou a gritar por socorro. Um vizinho se aproximou avisando que acionaria a polícia. Flamariom, porém, seguiu com a sessão de agressões, momento em que a esposa correu na tentativa de se trancar no banheiro, no trajeto até o cômodo ela teria sido golpeada com um tapa na boca.

A Polícia Militar foi acionada e assessor de Rocha foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal, ameaça e injúria.

A Deam disse que a mulher já registrou dois boletins de ocorrência contra o assessor, em 2017 e 2020. Ela já tinha pedido medida protetiva, mas o casal se reconciliou. Desta vez, a mulher pediu novamente medida protetiva e o caso é apurado pela Deam.

Essa já seria a segunda vez que o homem é preso pelo mesmo motivo. O vereador campo-grandense disse que vai proceder a exoneração do assessor. "Acabei de tomar conhecimento e já acionei a equipe jurídica. Ao verificar os fatos, adotei a medida de exonerá-lo da função". 

Flamariom trabalhava com o vereador desde janeiro deste ano, como assessor parlamentar 6. 

CONHECIDO 

Em 16 maio de 2021 Flamariom ficou conhecido e ganhou destaque em sites nacionais por ser o primeiro homem transexual a conquistar o procedimento de mastectomia (cirurgia para retirada das mamas) por meio da rede pública de saúde (SUS) de Mato Grosso do Sul.

NOTA DO VEREADOR 

O vereador Dr. Victor Rocha (PP) vem a público esclarecer que não compactua com nenhuma forma de violência, seja contra qualquer pessoa, principalmente contra a mulher.

Infelizmente, na manhã desta sexta-feira (23), fomos surpreendidos com a informação de que um assessor de nosso gabinete agrediu sua esposa e foi detido.

Enfatizamos que não compactuamos com nenhuma forma de violência e já tomamos as devidas providências junto ao RH da Câmara Municipal de Campo Grande, solicitando a imediata exoneração do assessor em questão. 

Lamentamos o ocorrido e nos solidarizamos com a vítima, colocando nosso gabinete à disposição para auxiliar no que for necessário.