30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

FRONTEIRA

Terroristas libertam peão sequestrado com o ex-vice-presidente do Paraguai

O peão Adeloo Mendonza, de 21 anos, que foi sequestrado com o ex-vice-presidente do Paraguai, Óscar Denis Sánches, foi libertado pelos guerrilheiros do Exército do Povo Paraguaio (EPP).

O rapaz foi solto em uma estrada próximo à fazenda Tranquerita, de onde ele e o patrão foram levados. A propriedade fica na região entre os departamentos de Concepción e Amambay, a 60 km de Ponta Porã.

O ex-vice-presidente, no entanto, continua sob o poder do grupo terrorista. A suspeita das autoridades paraguaias é de que o cativeiro fique próximo da fazenda do política.

Mendoza estava com o patrão em uma camionete, quando o Adelio desceu para abrir o portão, os criminosos disseram para não reagir que era um sequestro. O alvo era Óscar, mas como estava acompanhado, os terroristas levaram os dois. 

O governo do Paraguai ofereceu recompensa 1 bilhão de guaranis - em torno de R$ 760 mil - para quem tiver informações que possam levar aos quatro principais líderes do grupo terrorista Exército do Povo Paraguaio (EPP).