04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Dino Rocha

TVE Cultura homenageia Dino Rocha com exibição de “O Milagre de Santa Luzia”

A TVE Cultura presta uma homenagem especial ao sanfoneiro Dino Rocha, que faleceu nesta semana aos 68 anos, com a exibição, em três horários, de episódio especial da série “O Milagre de Santa Luzia”. Produção da Miração Filmes com direção de Sergio Roizenblit, o programa foi ao ar em rede nacional saudando aquele que foi considerado “o maior representante da sanfona do Centro-Oeste” e o maior do Brasil, que dividiu as câmeras com ninguém menos que os mestres Dominguinhos e Elias Filho.

O especial vai ao ar nos horários dos programas Dona Música e Arquivo Musical deste fim de semana, com exibição na sexta-feira (22), às 19h, e no sábado (23) e domingo (24) às 12h.

O resultado do encontro foi o que de melhor o acordeon pode oferecer em sonoridade, tendo ao fundo paisagens do Pantanal –principal tema do trabalho de Dino Rocha e “o melhor lugar para estar”, como disse em entrevista. Ao longo do programa, em conversas com Dominguinhos e Elias, o sanfoneiro explica o que é o chamamé, estilo que imortalizou com sua arte.

“A gente faz uma música pensando nas coisas da nossa região”, resumiu. Dino Rocha impressiona os presentes com o jeito peculiar de tocar os baixos no acordeon e com os causos sobre os bailes. As parcerias com Dominguinhos e Elias Filho no programa são, na verdade, registros históricos da música brasileira.

Adeus – Cultuado em Mato Grosso do Sul como um dos ícones do chamamé, Dino Rocha, já reconhecido nacionalmente como o maior acordeonista do Brasil –sendo vencedor do Jacaré de Prata–, faleceu na noite de 17 de fevereiro (domingo) por complicações decorrentes do diabetes. O sepultamento ocorreu na terça-feira (19), no Memorial Park, em Campo Grande.

Dino Rocha nasceu na pequena Juti, em 23 de maio de 1951, filho de mãe alemã e pai argentino. Começou a tocar acordeon aos 9 anos, aprendendo sozinho os segredos do instrumento. Compositor e cantor, ganhou o nome artístico de Zacarias Mourão, depois de estrear gravando em um LP de Amambai e Amambaí.

Gravou mais de 30 discos e foi autor de dezenas de composições, talvez a mais conhecida seja “Gaivota Pantaneira”, parceria com Mourão. Na carreira, integrou o Chalana de Prata e, além de viajar o país e se apresentar ao lado de músicos como Sivuca, Hermeto Pascoal e Dominguinhos, também apareceu na novela Pantanal, da extinta TV Manchete, ao lado de Almir Sater e Sérgio Reis.

Não perca – O especial com o episódio de “O Milagre de Santa Luzia” homenageando Dino Rocha vai ao ar na TVE Cultura e também pelo Portal da Educativa às 19h desta sexta-feira, 22 de fevereiro; e também no sábado (23) e domingo (24), ao meio-dia.