21 de junho de 2021
Campo Grande 27º 16º

90ª edição

VEJA AQUI: lista completa dos 23 ganhadores do Oscar 2018

'Filme polêmico'

A- A+

"A Forma da Água" faturou o prêmio de Melhor Filme de 2017 e saiu da 90ª edição do Oscar como o grande vencedor da premiação. 

O diretor Guillermo del Toro confirmou o favoritismo e vai levar para casa o prêmio de Melhor Diretor de 2017 pelo trabalho à frente do filme "A Forma da Água".

Também favorito, Gary Oldman ganhou o prêmio de Melhor Ator por seu papel em "O Destino de Uma Nação", onde interpreta o ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill.

A atriz Frances McDormand levantou a estatueta de Melhor Atriz pela atuação em "Três Anúncios para Um Crime", filme no qual faz o papel de uma mulher que luta para solucionar o assassinato da filha.

O roteirista James Ivory, de 89 anos, recebeu o primeiro Oscar de sua carreira na categoria de Melhor Roteiro Adaptado, pelo seu trabalho no filme "Me Chame pelo Seu Nome".

Já o Melhor Roteiro Original ficou por conta do trabalho de Jordan Peele, autor do longa "Corra!".

O chileno "A Mulher Fantástica" superou obras do Líbano, Rússia, Suécia e Hungria e conquistou o primeiro Oscar de Melhor Filme Estrangeiro para o país.

A atuação de um policial na trama “Três Anúncios Para um Crime” rendeu a cobiçada estatueta do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante a Sam Rockwell.

Entre as mulheres, a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante será levada para casa por Allison Janney pelo papel desempenhado no filme "Eu, Tonya".

O ex-jogador de basquete Kobe Bryant (à esquerda) e o animador Glen Keane (à direita) receberam o Oscar de Melhor Animação em Curta-Metragem pelo filme "Dear Basketball".

Entre os longas, o prêmio de Melhor Animação ficou com o favorito Viva - A Vida é Uma Festa, da Pixar. Com o prêmio, a empresa faturou sua nona estatueta.

Na categoria de Melhor Curta-Metragem, o prêmio ficou com Rachel Shenton e Chris Overton, pelo filme "The Silent Child".

Já o prêmio de Melhor Documentário em Curta-Metragem ficou com Frank Stiefel, por “Heaven is a Traffic Jam on the 405”.

Dan Cogan (à esquerda) and Bryan Fogel (à direita) levaram para casa o Oscar de Melhor Documentário por “Ícaro” .

E o Oscar de Melhores Efeitos Visuais ficou nas mãos de John Nelson, Paul Lambert, Richard R. Hoover e Gerd Nefzer, pelo filme "Blade Runner 2049".

O prêmio de Melhor Fotografia foi erguido por Roger Deakins, que ganhou pelo trabalho à frente também do filme "Blade Runner 2049".

O renomado Lee Smith levantou a estatueta do Oscar de Melhor Edição pelo trabalho no longa "Dunkirk".

O trio Kazuhiro Tsuji, Lucy Sibbick e David Malinowski levou para casa a estatueta de Melhor Maquiagem e Cabelo pelo trabalho em "O Destino de Uma Nação", que conta a história da pressão sofrida pelo ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill para fazer um acordo com Hitler ao longo da 2ª Guerra Mundial.

Mark Bridges ganhou o prêmio na categoria Melhor Figurino pelo trabalho no filme "Trama Fantasma".

Na categoria de Melhor Design de Produção, o prêmio ficou com o filme "A Forma da Água". A estatueta foi recebida por Paul Denham Austerberry, Shane Vieau e Jeffrey A. Melvin.

Ainda na linha dos prêmios técnicos, Dunkirk ganhou as estatuetas de melhor edição e mixagem de som. Na imagem acima, Mark Weingarten (centro), Gregg Landaker (à direita) e Gary A. Rizzo (à esquerda) recebem o prêmio de melhor edição de som.

A estatueta de Melhor Trilha Sonora Original ficou nas mãos de Alexandre Desplat, que participou do filma "A Forma da Água".

Já quem foi vencedor pela Melhor Canção Original foi “Remember Me”, presente na trilha do filme “Viva – A Vida é Uma Festa”, que venceu também na categoria de melhor animação. A estatueta foi recebida por Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez.