05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

PROSSEGUIR | COVID-19 EM MS

Vídeo: MS pode sair da pandemia mesmo sem atingir 100% de vacinados, diz Riedel

Secretário disse que já se discute a flexibilização do uso de máscaras em MS

A- A+

Secretário de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel disse nesta sexta (15.out.21) que Mato Grosso do Sul (MS) pode ser o 1º estado a sair do quadro de pandemia mesmo sem atingir os 100% de vacinados. "100% é um índice que a gente não atinge, e a retirada de máscara, ou o passaporte [de vacina] não está vinculado a esses 100%. Está vinculado a um percentual maciço. Acho que essa é a busca quando a gente está atrás desse que não tomou vacina", explicou. 

Segundo Riedel, a data estimada de quando MS sairá da pandemia é a Saúde é quem vai definir. "A gente tem mais de 94% do público alvo com a primeira dose, é um índice muito alto. Isso por si só e com os resultados já provados que a internação e óbito, isso diminuiu bastante, isso nos leva a uma medida de retirada de máscara, com mais algum tempo de evolução. Isso é a Saúde que vai definir. Nós estamos acima de 62% de vacinados com segunda dose, população total... quer dizer, qual é? É 70% é 75 [por cento], definido esse índice, a gente vai publicar e deixar claro para a população", detalhou. 

A pergunta ao chefe da Segov ocorreu após ele anunciar que a pasta da Saúde debate a liberação do uso obrigatório de máscaras no Estado. "Liberar a máscara é um passo que a gente vai dar, em algum momento, no próximo mês, próximas semanas'', afirmou. Ainda assim, isso não deve se concretizar nos próximos dias. É cedo, do ponto de vista oficial, decretar o fim do uso da máscaras", disse.  

De acordo com o secretário, as pessoas que não tomaram vacinas vão ser captadas pelas equipes de Saúde do governo e convencidas a se imunizar, numa estratégia chamada busca ativa. "Vamos continuar na busca ativa por aqueles que não tomaram a vacina. Que é um percentual muito menor da população. Quer dizer, o grande risco é dessas pessoas consigo próprias, né? Eu acho que essa é a questão central. A gente vai buscar essas pessoas e convencê-las a tomar a vacina, elas ao contraírem a doença elas estão sob um risco enorme. Se uma pessoa vacinada contrai a doença a chance de sobrevivência é muito maior, quase zera a chance de óbito, né? Agora a pessoa que não tomou a vacina está num risco muito grande, então o maior risco é para ela mesma e para aqueles no entorno dela que não tomaram vacina", completou. 

No vídeo abaixo, Riedel explicou o que é essa busca ativa. Assista:  

MUDANÇA DE BANDEIRA E RESULTADOS CONTRA A DOENÇA 

Realizada quinzenalmente, a live do Prosseguir desta sexta-feira, dia 15 de outubro, trouxe o novo bandeiramento dos municípios. Para o presidente do Comitê do Prosseguir, secretário Eduardo Riedel, o mapa geral do estado mostra uma evolução considerável, no combate à Covid-19.

OUÇA

MS Notícias · Novo bandeiramento do Prosseguir comprova avanços no combate à Covid-19 no MS

A Capital, Campo Grande, e outros sete municípios se mantem em grau alto.

O secretário atribuiu à vacinação todos esses avanços.

O secretário ainda destacou que Mato Grosso do Sul está a três dias sem registrar nenhum óbito.

Já o boletim epidemiológico desta sexta-feira trouxe a confirmação de mais 192 casos novos. Totalizando 375.047 casos confirmados desde o início da pandemia.

*Com texto de Katiuscia Fernandes - Subcom