MS Notícias

domingo, 05 de julho de 2020

Máscaras

Voluntários doarão 20 mil máscaras para profissionais de saúde em Dourados e região

Por: Douradosnews27/05/2020 às 17:59
ComentarCompartilhar

Profissionais que atuam na “linha de frente” com a população durante a pandemia do coronavírus receberão a doação de 20 mil máscaras do tipo ‘face shields’ em todo o Mato Grosso do Sul.  A ação é da rede CoronaVidas-Hub Dourados que conta com um conjunto de voluntários e conforme a direção, as entregas dos itens terão início na próxima semana na segunda maior cidade de MS. 

Os protetores faciais, equipamentos de proteção individual, ampliam a segurança no trabalho dos profissionais de saúde e de segurança, e diante deste contexto, a rede CoronaVidas busca com as doações dos itens ajudar a conter o contágio do coronavírus. 

Todas as 79 cidades do Mato Grosso do Sul devem contar com as doações nos próximos dias. Conforme a membro da BPW e Leilodom, Ely Oliveira, que tambem faz parte da coordenação da CoronaVidas-Hub Dourados, a direção do projeto tem levantado junto as autoridades municipais as unidades de saúde e de segurança que mais precisam dos itens no momento, para posteriormente encaminhá-los. 

“O atendimento será prioritariamente para o setor de saúde, seguido dos setores de segurança, assistência social e administrativo de atendimento ao público. Destacamos que buscaremos atender a todas as unidades e instituições públicas do estado, sendo que após o atendimento dessa demanda, se houver disponibilidade, o setor privado poderá ser atendido, com prioridade para o setor da saúde”, destaca.

O número de casos de coronavírus em Dourados e em Mato Grosso do Sul tem aumentado, o que tem motivado a rede a cogitar a possibilidade de ampliar a produção das máscaras para doação, o que será avaliado. 

“É um momento de nos unirmos e fazer o que estiver ao alcance para diminuir os casos. É possível que a quantidade de protetores faciais passe de 20 mil para 30 mil, estamos avaliando com os parceiros, pois somente com esse apoio tem sido possível esse grande movimento pela sociedade” disse. 

O projeto teve início em Feira de Santana-BA, idealizado e coordenado pelos professores e pesquisadores Antônio Cordeiro (Instituto Federal da Bahia/Unopar Candeias), Fábio Barreto (IFBA) e Leandro Brito, da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), com a coordenação de comunicação da professora da Universidade Federal do Oeste da Bahia, a jornalista Fernanda Vasques Ferreira.  Posteriormente se expandiu para Bahia, Amazonas, São Paulo e Rio de Janeiro e em Dourados foi apresentado a defensora pública Mariza Ferreira que convidou a BPW-Dourados- Associação de Mulheres de Negócios e a Associação Leilodom para dar início as ações e outros parceiros foram integrados. 

O CoronaVidas agrega professores, pesquisadores de diferentes instituições de ensino públicas e privadas, em conjunto com a sociedade civil, entusiastas da tecnologia, ONGs, empresas e instituições parceiras.Participam também do projeto em Dourados a médica Cristiane Iguma da Comissão de Saúde BPW Dourados, na coordenação técnica temos a Ana Tereza Guerrero da Fiocruz-MS, Fabiano Nagamatsu da Unigran e Evandro Faleiros do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Maria Antonia Ribeiro (Agência 2Mil Publicidade) e Irma Lupinete (Agência Paralela).

Evandro Faleiros  (IFMS), Mariza Gonçalves (Defensoria Pública), Ely Oliveira, empresária, Cristiane  Iguma (Comissão de Saúde BPW) -  Fabiano Nagamatsu (Inova Unigran) participam do CoronaVidas-Hub Dourados 

Deixe seu Comentário

TV MS

22 de junho de 2020
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma