17 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Gripe A

Exame descarta H1N1 como causa da morte de paciente em Corumbá

A Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá descartou suspeita de que a morte de Oderlei Ribeiro dos Santos, tenha sido causada pelo vírus H1N1. O paciente estava internado no Hospital de Corumbá e faleceu na segunda-feira (1).

Segundo médico, Domingos Albaneze, diretor-técnico da Santa Casa, há possibilidade de o paciente ter sido vítima de hantavírus ou leptospirose. O hantavírus tem os mesmos sintomas que o H1N1. Novos exames ainda serão realizados para identificar a verdadeira causa da doença.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (4), a secretária municipal de Saúde, Dinaci Ranzi, o coordenador da urgência e emergência, Emerson Moreira, e o diretor-técnico da Santa Casa, Domingos Albaneze, esclareceram à imprensa os casos relacionados ao H1N1, a Gripe A, que estão sendo notificados pelo município. Até agora, há 16 notificações para a doença e uma confirmação. O falecimento de uma terceira pessoa no final da tarde de quarta-feira (3), uma mulher que estava também com quadro infeccioso pulmonar, está sendo investigado.

A secretária de saúde informou que pacientes diagnosticados com suspeita de H1N1, já estão sendo tratados como se estivessem com a doença, e estão sendo medicados com Tamiflu. Ainda segundo secretária, Dinaci Ranzi, as vacinas para os pacientes do grupo de risco, com doenças crônicas, gestantes, crianças e idosos, acabaram, e Município aguarda liberação do Ministério da Saúde, que deve enviar novo lote em maio.