20 de junho de 2021
Campo Grande 25º 13º

Três Lagoas

Funcionários de creches fazem vaquinha para comprar comida para crianças

A- A+

Em mais uma matéria investigativa do site TL Noticias, um caso grave de desrespeito às crianças de Três Lagoas serão mostradas nesta reportagem.

Ao ter ciência que os alunos que estudam em unidades educacionais do município estariam sem alimentação no 1º dia de aula, a equipe de jornalismo investigou o caso e comprovou que em uma das creches – diante a falta de comida -, servidores tiveram que fazer “vaquinha” para “matar” a fome das crianças.

Revoltada com a situação vergonhosa da atual administração de Márcia Moura (PMDB), a mãe de um aluno resolveu registrar com fotos o descaso e enviou as imagens à redação deste site de notícias. O flagrante foi feito às 12h desta quinta-feira (19) no Centro de Educação Infantil “Lilian Márcia Dias”, na Rua Alexandre Abrahão, nº 2400 no bairro Santa Rita.

“Isto é revoltante”. Não estou culpando as funcionárias daqui porque todas elas trabalham com amor. A culpa de tudo isso é da prefeita que deixa faltar alimento os meninos, todos pequenos. Cadê o dinheiro de tantos investimentos dona prefeita Márcia Moura”, desabafou a mãe e de um aluno.

Conforme mostram as fotos enviadas pela mãe, a geladeira da creche contém apenas alguns litros de iogurte, que foram comprados com o dinheiro de uma “vaquinha” feita pelas funcionárias da creche.

“Quando estive lá eu ouvi que as funcionárias também compraram com esta vaquinha algumas bananas que estavam na promoção no supermercado. Marmitex improvisados e com poucos alimentos foram deixados para o almoço. Somente às 12h30 min foi deixado aos meninos um pouco de comida. Eles estavam com fome desde cedo, quando entraram na creche”, disse revoltada outra mãe de aluno.

A reportagem também obteve a informação que leite e sucos estão em falta. As crianças tem somente água para beber. Os alimentos que precisam ser servidos à tarde também não foram entregues pelo poder público e simplesmente, todas as crianças terão que ir embora ao final da tarde com fome ou comer o resto do marmitex que foi entregue pela prefeitura durante almoço.

NÃO FALOU COM A REPORTAGEM

Diante o descaso, a reportagem do TL Noticias esteve no local, mas nenhuma servidora quis se pronunciar sobre os fatos e orientou a equipe, em procurar a Secretaria de Educação do município de Três Lagoas para comentar sobre o assunto.

Ao todo, mais de 140 crianças entre recém-nascidas e com até 04 anos ficam em período integral na unidade, das 06h30 até às 17h30 de cada dia da semana. Informações seguras são que nas outras unidades também estão faltando alimentos para as crianças.