22 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 23º

SERVIÇOS

Há 50h sem energia, consumidores acendem velas em frente a Energisa em Fátima do Sul

A Prefeitura Municipal disse repudiar a falta de energia elétrica por causa de temporal

A- A+

Há mais de 48 horas falta energia em bairros de Fátima do Sul, devido a situação, consumidores foram ao escritório da empresa Energisa e ascenderam velas nesta 4ª-feira (28.out.2020).

Reclamações de vários consumidores indicam que desde a 2ª-feira (26.out.2020), quando ocorreu temporal na cidade e fios foram rompidos a energia não chega à dezenas de lares em Fátima do Sul. 

O bairro Favo de Mel, foi o mais afetado pelo temporal. Segundo os moradores, a empresa tem apenas 2 funcionários na cidade e por isso não conseguiram até o momento consertar os estragos deixados pelo temporal. 

A Prefeitura Municipal de Fátima do Sul, disse repudiar a falta de energia elétrica por causa de temporal que atingiu o município na manhã da última segunda-feira.

A prefeitura disse também que já são mais de 50 horas sem energia elétrica em alguns bairros da cidade.

“Embora a Prefeitura Municipal de Fátima do Sul, não seja responsável pela distribuição de energia elétrica, a Prefeita entrou em contato com o Diretor Técnico e Comercial Paulo Roberto Santos, que comunicou que ainda nesta quarta-feira, estaria enviando uma equipe técnica especial até a cidade de Fátima do Sul, para normalizar toda a rede elétrica da cidade”, disse. 

“Não é necessário que os moradores façam vaquinha ou arrecadação para que possam efetuar suas ligações, que é responsabilidade da empresa fornecedora”, informou a prefeitura. 

Procurada, a empresa de fornecimento de energia de MS disse por meio de Nota que o temporal com fortes ventos e mais de 111 mil descargas atmosféricas (raios), que atingiram a região Sul na última 2ª-feira (26.out), causou danos diversos à rede de distribuição de energia. Em Fátima do Sul, foram 747 raios, além de árvores e objetos lançados na rede, que interferiram no fornecimento de energia principalmente na área central, Jardim Braga, Jardim São Jorge, Residencial Hidalgo, Vila Nova II, Vila I. S. Cavalcante, Jardim Mineiro e Vila Martha Rocha. 

A empresa argumentou que aumentou em quatro vezes o número de equipes e está restabelecendo os serviços gradativamente para os 769 clientes que ainda estão sem energia nos locais onde os reparos são de maior complexidade. "Os trabalhos seguem, de forma ininterrupta, obedecendo protocolos rígidos de segurança", escreveu por meio de Nota.  

"O Grupo Energisa conta com uma ferramenta de Alerta de Situação Climática, denominada NetClima, que está presente em todas as unidades da empresa. Ela realiza o monitoramento em tempo real de tempestades severas como chuvas intensas, rajadas de vento muito fortes, com abrangência nacional, o que possibilita às distribuidoras mobilizar suas equipes com antecedência para atender à população com mais agilidade. A Energisa lembrar a importância de não se aproximar de cabos partidos em qualquer situação. Nestes casos, para total segurança, chame a empresa. Caso o cliente precise falar com a Energisa, ele pode entrar em contato por um dos canais de atendimento ao cliente: aplicativo Energisa ON, Gisa (67 99980-0698), e Call Center 0800 722 7272", finalizou a empresa.